Começa amanhã o IV Fórum do Biogás

O mais importante congresso da América Latina sobre biogás e biometano vai debater as vantagens econômicas e ambientais dos energéticos e as oportunidades do setor

Divulgação

Um dos eventos mais aguardados no setor, o IV Fórum do Biogás começa nos dias 17 e 18 de outubro de 2017 no Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE) em São Paulo (SP). Promovido pela Associação Brasileira de Biogás e Biometano (ABiogás), o objetivo é promover a inserção definitiva do biogás e do biometano na matriz energética brasileira.

Em sua quarta edição, o evento reúne especialistas, governo, entidades de classe, além de apresentar dados consolidados do setor, cases nacionais e internacionais. Essa será a oportunidade de fornecer aos formadores de opinião e tomadores de decisão informações necessárias para que o Brasil elabore uma política pública que reconheça o biogás e o biometano e suas externalidades positivas.

Entre os destaques do evento, estão os dois mais audaciosos projetos já feitos no Brasil serão apresentados no evento: a primeira planta do Brasil a utilizar como matéria-prima uma mistura de esgoto, restos orgânicos de restaurantes e poda de grama, projeto do Centro Internacional de Energias Renováveis – Biogás (CIBiogás), localizada dentro da Usina Hidrelétrica de Itaipu Binacional e o projeto da CS Bioenergia em parceria com a Sanepar para a produção de biogás e geração de energia a partir do lodo do esgoto.

O objetivo é mostrar a viabilidade e a replicação das plantas em todo o país com grandes vantagens ambientais, econômicas e sociais, visto que foram desenvolvidas considerando as características e as necessidades do mercado nacional. Por isso, têm viabilidade econômica para ser replicada seja em prefeituras, empresas, cooperativas ou complexos turísticos resolvendo os problemas de lixões, resíduos orgânicos e esgoto.

Dos palestrantes internacionais, a diretora Associação de Bioenergia da Califórnia, Julia A. Levin, vem ao evento para falar das políticas de incentivo para aumentar o desenvolvimento do biogás nos Estados Unidos.

Na avaliação do presidente da ABiogás, Alessandro Gardemann, o evento também irá apresentar as vantagens do uso do insumo na geração de energia térmica, elétrica e veicular e os avanços nas políticas Estaduais, como Marco Legal de Santa Catarina – o primeiro documento no Brasil que traz uma legislação específica para a cadeia do biogás.

”A indústria do biogás está consolidada no Brasil, possui pegada negativa de carbono, tem estrutura de preço estável, não sofre com oscilações cambiais e variação do preço internacional, tem competitividade frente ao diesel e viabiliza a cadeia de tratamento de resíduos”.

Gardemann lembra que o segmento do biogás cria um mercado nacional forte e projeta para o futuro uma indústria nacional para geração de energia. Segundo dados da ABiogás, o Brasil pode gerar cerca de 52 bilhões metros cúbicos de biogás por ano, isso equivale 115 mil gigawatts-hora (GWh) de energia elétrica com o não aproveitamento dos rejeitos urbanos, da pecuária e agroindústria que são desperdiçados. Esse volume poderia abastecer 25% de toda energia elétrica consumida em 2016.

Outro importante tema a ser debatido será o Programa RenovaBio – o mais audacioso projeto do Governo Federal para uma política nacional de biocombustíveis e mitigação das mudanças climáticas -, o aproveitamento energético dos resíduos para geração do biogás e os desafios para o desenvolvimento do insumo como fonte de energia no Brasil.

As inscrições para o IV Fórum do Biogás estão abertas e podem ser feitas em www.forumdobiogas.com.br. A programação completa e valores também podem ser acessados pelo link.

Serviço

IV Fórum do Biogás

Local: Instituto de Energia e Ambiente da Universidade de São Paulo (IEE). Av. Prof. Luciano Gualberto, 1289 – Butantã – São Paulo (SP)

Data e horário: dias 17 e 18 de outubro das 8h30 às 19h

Inscrições: somente pelo site www.forumdobiogas.com.br

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia