UE conclui etapa de programa voltado à economia de baixo carbono no Brasil

Participarão 50 pequenas e médias empresas do Brasil e da Europa

Arquivo: UI

A Low Carbon Business Action in Brazil (LCBA), programa da União Europeia que promove rodadas de negócios entre empresários da economia de baixo carbono, realizará entre 21 e 24 de novembro, em São Paulo, a última das nove missões empresariais da iniciativa.

Participarão 50 pequenas e médias empresas do Brasil e da Europa (25 europeias e 25 brasileiras) que atuam com gestão de resíduos sólidos e produção de energia de biogás e biometano. A programação acontecerá no L’Hotel Porto Bay e na feira Waste Expo.

As missões tiveram início em agosto de 2016 e ocorreram em São Paulo, Ribeirão Preto, Fortaleza e Lyon, na França. Do 1º ao 9º encontro, a LCBA reunirá mais de 400 companhias das áreas de energia renovável, agricultura, resíduos sólidos, construção civil e processos industriais. Os participantes trocaram conhecimento sobre tecnologias, processos e produtos inovadores e firmam Acordos de Cooperação e Parceria (CPA em inglês).

Até o final desta nona missão, devem ser assinados cerca de 600 acordos. O objetivo é que essas tecnologias de baixo impacto ambiental sejam difundidas no mercado por meio de joint-ventures, projetos de investimentos e de representações comerciais, entre outras modalidades de negócios

Antes do término desta primeira fase do projeto, concomitantemente, já se inicia a segunda etapa do programa Low Carbon Business Action in Brazil, que selecionará os 80 melhores acordos para receber assistência técnica voltada ao desenvolvimento dos projetos de parceria firmados entre empresas do Brasil e da UE. Os recursos variam de 30 a 70 mil euros para cada CPA.

As empresas selecionadas na fase II da LCBA deverão apontar que tipo de apoio necessitam, tais como estudos técnicos, ambientais e de viabilidade econômica, suporte legal, entre outros serviços de apoi ao desenvolvimento de negócios.

A LCBA possui um Comitê Diretivo composto por entidades nacionais, públicas e privadas, tais como Sebrae, CNA, CNI, Febraban, Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio e Ministério do Meio Ambiente, e pelas Diretorias Gerais da Comissão Europeia – DG Growth e DG Clima. Para participar das missões empresariais, com custos financiados pela União Europeia, as empresas podem se inscrever no website http://www.lowcarbonbrazil.com/.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia