ABB mostra YuMi, o primeiro robô de dois braços colaborativo

Capacidade sem deixar de garantir a segurança de todos à sua volta

Divulgação

A ABB, grupo que atua em tecnologias de energia e automação, apresentou o YuMi, o primeiro robô industrial de dois braços realmente colaborativo do mundo na principal feira de comércio de tecnologia industrial do mundo, a Feira de Hannover.

A apresentação do YuMi é mais um passo na estratégia “Next Level” da ABB, com o objetivo de acelerar a criação de valor sustentável. A estratégia se sustenta nas três áreas de foco da ABB: crescimento rentável, execução rigorosa e colaboração orientada para os negócios.. A empresa está motivando o crescimento lucrativo ao deslocar seu centro de gravidade para mercados finais com alto potencial de crescimento, aumentando a competitividade e reduzindo o risco em seus modelos de negócios.

“A nova era de parceiros de trabalho robóticos já chegou e é parte integrante de nossa estratégia Next Level”, disse o CEO da ABB, Ulrich Spiesshofer. “O YuMi torna a colaboração entre seres humanos e robôs uma realidade. O YuMi é um elemento de nossa estratégia Coisas, Serviços e Pessoas (“Things, Services and People”) criando um futuro automatizado juntos”.  Em 1974, a ABB apresentou o primeiro robô industrial controlado por microprocessadores e totalmente elétrico do mundo, dando o pontapé inicial na revolução da robótica moderna. Atualmente, a ABB possui uma base instalada de mais de 250.000 robôs ao redor do mundo. Com a apresentação do YuMi, a ABB uma vez mais está redefinindo as fronteiras da automação robótica ao expandir fundamentalmente os tipos de processos industriais que podem ser automatizados com robôs.

Poucas áreas de produção estão mudando tão rápido quanto a montagem de peças pequenas. A indústria de eletrônicos, em particular, tem visto a demanda por produtos disparar além da reserva de mão de obra especializada disponível. Conforme os métodos de montagem convencionais vão perdendo valor, os fabricantes vêm considerando estratégica e economicamente imperativo o investimento em novas soluções.

A BCG Research, por exemplo, prevê que até 2025 a adoção de robôs avançados terá aumentado a produtividade em até 30% em muitas indústrias e reduzido os custos com mão de obra em 18% ou mais em países como Coreia do Sul, China, EUA, Japão e Alemanha. Embora o YuMi tenha sido especificamente projetado para satisfazer as necessidades flexíveis e ágeis da indústria de produtos de consumo eletrônicos, ele tem igual aplicabilidade em qualquer área de ambiente de montagem de pequenas peças graças a seus dois braços, suas mãos flexíveis, seu sistema de alimentação de peças universais, sua localização de partes baseada em câmeras, sua programação inovadora e seu controle de movimentos precisos de última geração.

O YuMi pode operar em íntima cooperação com seres humanos graças ao seu design inerentemente seguro. Ele possui um esqueleto de magnésio leve, porém rígido, coberto por um revestimento de plástico flutuante envolto em estofamento macio para absorver impactos. O YuMi também é compacto, com dimensões e movimentos humanos, o que faz seus parceiros de trabalho humanos se sentirem seguros e confortáveis – um recurso que rendeu ao YuMi o prestigioso prêmio de design “o melhor entre os melhores” da Red Dot.

Se o YuMi sentir um impacto inesperado, como por exemplo uma colisão com um parceiro de trabalho, ele pode pausar seus movimentos em milissegundos, e o movimento pode ser reiniciado com a mesma facilidade com que se aperta “play” no controle remoto. O YuMi também possui pontos de pinçamento, de modo que nada sensível possa ser danificado conforme os eixos se abrem e fecham.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia