Agência anuncia progressos em investigação nuclear no Irã

Teerã e as grandes potências concluíram, em 14 de julho, em Viena, um acordo histórico

Urânio e as reservas

A Agência Internacional de Energia Atômica (Aiea) informou hoje (21) que houve progressos significativos na investigação que visa a determinar se o Irã desenvolveu um programa nuclear no passado.

“Progressos significativos foram alcançados”, disse aos jornalistas, em Viena, o diretor-geral da agência da Organização das Nações Unidas (ONU), Yukiya Amano, um dia depois de visitar a Base Militar de Parchin, no Irã.

A Aiea e as grandes potências procuram a “possível dimensão militar” do programa nuclear iraniano desde, pelo menos, 2003.

Teerã sempre negou as acusações nesse sentido, afirmando que as suspeitas foram baseadas em documentos adulterados.

A agência deve fazer, em dezembro, um relatório destinado a tirar todas as dúvidas sobre o caso, etapa determinante para um futuro levantamento das sanções internacionais impostas ao Irã. Segundo Amano, há, no entanto, ainda “muito trabalho” a ser feito antes da conclusão da investigação.

Teerã e as grandes potências concluíram, em 14 de julho, em Viena, um acordo histórico destinado a garantir a natureza pacífica do programa nuclear iraniano, em troca da suspensão das sanções.

Com Ag . Brasil

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia