Agronegócio paulista tem saldo de US$ 4,09 bilhões

Participação paulista no total da balança comercial brasileira aumentou em termos das exportações (1,1%) e caiu no tocante às importações (-0,2%)

Agronegócio e a balança

Nos cinco primeiros meses de 2015, as exportações do Estado de São Paulo somaram US$ 17,81 bilhões (23,8% do total nacional) e as importações, US$ 28,14 bilhões (36,5% do total nacional), registrando um déficit de US$ 10,33 bilhões. Em relação ao mesmo período do ano anterior, o valor das exportações paulistas diminuiu 13% e o das importações, 19,3%, com queda no déficit comercial (-28,3%), informa a Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, por meio do Instituto de Economia Agrícola – IEA/Apta.

“O agronegócio paulista apresentou queda de 12,9% nas exportações, atingindo US$ 6,35 bilhões; enquanto as importações sofreram diminuição de 12,1%, somando US$ 2,26 bilhões, resultando em queda de 13,3% no saldo comercial em relação aos primeiros meses de 2014, atingindo US$ 4,09 bilhões. Há que se destacar que as importações paulistas nos demais setores, excluindo o agronegócio, somaram US$ 25,88 bilhões para exportações de US$ 11,46 bilhões, gerando um déficit externo desse agregado de US$ 14,42 bilhões”, afirma José Roberto Vicente, pesquisador do IEA.

A balança comercial brasileira registrou déficit de US$ 2,31 bilhões de janeiro a maio de 2015, com exportações de US$ 74,70 bilhões e importações de US$ 77,01 bilhões. O déficit comercial diminuiu em função de queda nas exportações (-17,1%) e nas importações (-18,9%). As exportações do agronegócio brasileiro diminuíram 13,6% em relação a igual período do ano anterior, atingindo US$ 34,13 bilhões (45,7% do total). Já as importações do setor caíram mais (-15,7%), também na comparação com o período de janeiro a maio de 2014, somando US$ 6,00 bilhões (7,8% do total). O superávit do agronegócio em janeiro-maio de 2015 foi de US$ 28,13 bilhões, sendo 13,1% inferior ao do mesmo período do ano passado.

A participação paulista no total da balança comercial brasileira aumentou em termos das exportações (1,1%) e caiu no tocante às importações (-0,2%). Em relação ao agronegócio brasileiro, as exportações setoriais de São Paulo representaram 18,6%, enquanto as importações representaram 37,7%, percentual superior ao verificado no ano passado.

O secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, destaca que os artigos sobre a balança comercial dos agronegócios, publicados pelo IEA, são importantes fonte de conhecimento do setor. “A análise do comportamento das exportações e importações ao longo do tempo, juntamente com outras informações produzidas pelo Instituto permitem que a Secretaria de Agricultura elabore políticas para apoiar o produtor. Isso é fundamental na nossa economia atual. Orientados pelo governador Geraldo Alckmin estamos cada vez mais próximos do setor produtivo e essa é uma forma de atuação da nossa Secretaria”, destacou.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia