Alstom fecha contrata de de € 100 milhões com Eletrosul

Projeto deve entrar em operação comercial em março de 2018

Eólicas e o crescimento

O grupo industrial francês Alstom anunciou nesta quarta-feira que fechou um contrato de €100 milhões com a brasileira Eletrosul para a integração de parques eólicos do Rio Grande do Sul à rede elétrica nacional.

A Alstom assinalou em comunicado que se encarregará da construção de dois novos postos elétricos e da extensão de seis já existentes. O projeto deve entrar em operação comercial em março de 2018.

“Esse projeto abre caminho para uma melhor integração das energias renováveis no Brasil. Permitirá ao país planejar melhor sua capacidade energética eólica para os próximos seis anos, tendo um papel determinante para reforçar o sistema elétrico brasileiro”, acrescentou o grupo francês na nota.

Para o vice-presidente da Alstom na América Latina, Sérgio Gomes, o sul do Brasil “dispõe de um potencial eólico considerável que a Alstom vai ser capaz de explorar em breve para diversificar o mix energético e fornecer eletricidade a mais de 30 milhões de pessoas”.

A Alstom, presente no país há 60 anos, detalhou que os equipamentos e o software deste novo acordo serão elaborados nas fábricas da empresa em Canoas (RS) e Itajubá (MG).

Com Ag. EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia