A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou aumento de 7,5% para 8,09% da taxa de retorno para as distribuidoras de energia, denominada Wacc. O novo percentual deverá …

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou aumento de 7,5% para 8,09% da taxa de retorno para as distribuidoras de energia, denominada Wacc. O novo percentual deverá ser aplicado durante o quarto ciclo de revisões tarifárias das distribuidoras, que ocorrerá entre 2015 e 2018. A previsão é que o impacto desse aumento nas tarifas seja cerca de meio ponto percentual.

No terceiro ciclo de revisão tarifária, aprovado em 2011, a taxa foi reduzida de 9,95% para 7,5%. O índice que havia sido proposto para o quarto ciclo foi 7,16%, mas, após audiência pública, o valor aumentou.

O Waac é a remuneração dos investimentos das distribuidoras e é calculado com base nos riscos do negócio de distribuição de energia elétrica no país e das taxas de juros da economia. O índice entra no cálculo do reajuste das tarifas das distribuidoras, que levam em conta também questões como variação da inflação e os gastos com a compra de energia.

“Acreditamos que fizemos a melhor escolha, acreditamos no sucesso do novo Wacc que será aplicada nas próximas revisões”, disse o diretor André Pepitone, relator da matéria. Durante a reunião da diretoria, representantes de distribuidoras pediram que a Aneel coloque o Wacc em termos compatíveis com os riscos da atividade de distribuição.

Com Ag. Brasil

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia