Ban elogia plano dos EUA contra mudança climática em encontro com Obama

Maior ameaça para as futuras gerações durante a apresentação de seu plano para reduzir as emissões de carbono das termelétricas americanas

Ban KI-moon e o clima

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, e o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, tiveram uma reunião nesta terça-feira na Casa Branca, em que conversaram sobre a luta contra a mudança climática e o conflito na Síria, entre outros assuntos.

Obama, que completa hoje 54 anos, e Ban tiveram um encontro de cerca de uma hora no Salão Oval para discutir vários temas de interesse global.

Em declarações aos jornalistas após o encontro, eles concordaram com a necessidade de atuar urgentemente contra a mudança climática, um dia depois de Obama alertar que o aquecimento global é a maior ameaça para as futuras gerações durante a apresentação de seu plano para reduzir as emissões de carbono das termelétricas americanas.

O “Plano de Energia Limpa” prevê uma redução para 2030 de 32% das emissões de carbono das centrais termoelétricas dos Estados Unidos em comparação com os níveis de 2005.

Essa proposta de Obama complementa o objetivo geral dos EUA comprometido com a ONU para a conferência global sobre mudança climática, que será realizada em dezembro em Paris.

Essa meta, formalizada em março, inclui o compromisso de redução das emissões de gases que provocam o efeito estufa no total, não só das procedentes de centrais termoelétricas, entre 26% e 28% em 2025em relação aos níveis de 2005.

O secretário-geral da ONU elogiou ontem o plano de Obama para reduzir as emissões das usinas termoelétricas americanas, e disse que significa um exemplo a seguir, que ajudará outros países a se somarem aos esforços para conter a mudança climática.

“A liderança através do exemplo do presidente Obama é essencial para atrair outros países estratégicos e conseguir um acordo universal, durável e significativo em Paris em dezembro”, assinalou o porta-voz de Ban, Stéphane Dujarric.
Com Ag.EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia