Barril do Texas cai 2,2% e fecha em US$ 47,60

Contratos futuros do WTI para entrega em maio registraram queda de US$ 1,08

Benefícios

O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) caiu 2,2% nesta terça-feira, para US$ 47,60, à espera dos resultados das negociações de um acordo sobre o programa nuclear do Irã, com prazo para terminar amanhã.

Ao fim da sessão de operações na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em maio registraram queda de US$ 1,08 em relação ao fechamento de ontem e US$ 2,16 frente ao último dia de fevereiro, quando era cotado a US$ 49,76 o barril.

O petróleo de referência nos Estados Unidos fechou pelo terceiro dia consecutivo com perdas em uma jornada na qual os analistas apontaram que o crescimento da produção no país começará a ser reduzido em abril, depois de as reservas nacionais estarem praticamente saturadas pelo excesso de produto.

Além disso, os operadores observaram com atenção as notícias sobre a reunião entre o Grupo 5+1 (Reino Unido, França, China, EUA, Rússia e Alemanha) e o Irã. Hoje, a Casa Branca propôs a extensão por um dia nas conversas para conseguir fechar um acordo com os iranianos sobre seu programa nuclear, mas exigiu “sérios compromissos” do país e deixou em aberto a possibilidade de encerrar de vez as negociações.

Segue então a expectativa de que o acordo poderia promover o fim de algumas das sanções ao governo iraniano, elevando assim as exportações de petróleo do país.

Por sua vez, os contratos de gasolina para entrega em abril, os de mais próximo vencimento, desceram US$ 0,02 e fecharam em US$ 1,78 o galão. Os de gasóleo de calefação para entrega no mesmo mês também fecharam também caíram de US$ 0,02, para US$ 1,71.

Já os contratos de gás natural para entrega em maio, que se tornaram referência hoje, mantiveram-se estáveis em US$ 2,64 por cada mil pés cúbicos.

Com Ag. EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia