Barril do Texas sobe 5,82% e atinge maior valor em 2015

Já os contratos de gasolina para entrega em maio subiram 10 centavos, para US$ 1,94 o galão

Brent e os preços

O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) subiu 5,82% nesta quarta-feira e atingiu seu maior valor em 2015, US$ 56,39 o barril, após a divulgação de dados sobre o crescimento das reservas de petróleo nos Estados Unidos.

Ao final da sessão de operações na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em maio tinham se valorizado US$ 3,10 em relação ao fechamento das negociações de ontem.

O Departamento de Energia dos EUA informou que as reservas de petróleo no país subiram na semana passada em 1,3 milhão de barris, menos do que analistas de mercado tinham previsto.

As reservas tinham alcançado na semana passada 483,7 milhões de barris, o nível mais alto para esta época do ano em pelo menos oito décadas, segundo os dados divulgados hoje. Mesmo assim, o aumento foi muito inferior ao dado registrado na semana anterior, quando as reservas semanais subiram em 10,9 milhões de barris.

O aumento da semana passada, de 1,3 milhão, está a menos da metade do que tinham calculado uma série de operadores e analistas consultados pelo “The Wall Street Journal”, que achavam que a alta seria de 3,6 milhões de barris.

Além disso, a Agência Internacional de Energia (AIE) informou hoje que a demanda global de petróleo crescerá em 1,1 milhão de barris diários neste ano, muito acima dos 700 mil barris do crescimento do ano passado.

Já os contratos de gasolina para entrega em maio subiram 10 centavos, para US$ 1,94 o galão, enquanto os de gasóleo de calefação para entrega no mesmo mês encareceram 9 centavos, para US$ 1,89.

Os contratos de gás natural para entrega também em maio subiram 8 centavos, para US$ 2,61 por cada mil pés cúbicos.

Com Ag.EFE

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia