Bovespa desliza 0,24% e IEE pega carona em 0,36%

Volume financeiro fica em R$4, 9 bilhões

IEE no

A Bolsa de Valores de São Paulo iniciou a operação nesta terça-feira com ganhos, mas reverteu com os investidores mantendo a aversão ao risco, principalmente com os rumos políticos.

Ao final, o Ibovespa fechou em queda de 0,24% aos 51.474 pontos e o IEE ficou em queda de 0,36% aos 30.322. O giro financeiro ficou em R$ 4,9 bilhões.

“A instabilidade marcou mais uma sessão, já que os acontecimentos políticos prosseguem. Hoje, a divulgação da pesquisa sobre o desempenho do governo bem que animou um pouco, mas logo em seguida a bolsa virou para o negativo. Não dá para ter um viés dos próximos dias”, pontuou o analista da Leme Investimentos, João Pedro Brugger.

A avaliação positiva do governo Dilma Rousseff caiu para 7,7%, segundo a 128ª Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT/MDA), divulgada hoje (21). A avaliação negativa passou de 64,8%, em março, para 70,9% no levantamento feito entre os dias 12 e 16 de julho. Foram ouvidas 2.002 pessoas, em 137 municípios.

Por outro lado, as empresas estão em quiet period, antes do início da temporada de balanços financeiros.

Entre as altas no IEE estavam as ações da Eletrobras PNB (1,89% a R$8,62); AES Tietê PN (1,25% a R$18,68), Light ON (0,72% a R$15,43), e Tractebel ON (3,29% a R$37,00).

Na contramão no IEE estavam as ações da Alupar N2 (-2,00% a R$16,66); CPFL Energia ON (-0,61% a R$19,50); Cesp N1 (-0,76% a R$19,48); e CPFL Energia ON (-0,61% a R$19,50).

Carteira teórica

Na carteira teórica do Índice Bovespa que passa a vigorar a partir de 05 de maio de 2015 a 4 de setembro de 2015 estão: Itauunibanco PN (11,144%), Bradesco PN (8,440%), Ambev S/A ON (7,378%), Petrobras PN (5,687%) e Petrobras ON (4,166).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia