Bovespa fecha em alta de 1,1% e IEEX em 0,08% depois do Fed

Volume financeiro ficou em alta de R$7,2 bilhões

Arquivo:UI

A Bovespa voltou para o positivo na tarde desta quarta-feira, com os investidores mais animados com a decisão do Federal Reserve em manter inalterada a taxa de juros dos Estados Unidos.

Hoje, o Banco do Japão, que encerrou a reunião de dois dias, também reforçou a posição anterior de se manter vigilante ao comportamento da economia e não praticamente não mexeu em sua política monetária.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 1,14% aos 58.393 pontos e o giro financeiro ficou em R$7,2 bilhões. O IEEX ficou em alta de 0,08%.

Conforme análise do sócio da ModalMais, Álvaro Bandeira, na última sexta-feira (16), o <a href=”https://www.ultimoinstante.com.br/ultimas-noticias/economia/federal-reserve-mantem-taxa-de-juros-inalterada/164921/”>Fed</a> considerou mesmo manter as taxas de juros e com uma perspectiva para algum movimento apenas em dezembro, já que a próxima reunião acontece na semana da eleição presidencial nos Estados Unidos.

Porém, conforme outros analistas, a partir do comunicado de hoje e a coletiva de imprensa da presidente do Fed, Janet Yellen, as atenções seguem agora para a ata da reunião.

“O Fed está na seguinte situação com os juros. Eles tem que subir os juros, mas não podem fazer isso de maneira rápida, por isso criam volatilidade de vez em quando para “ajustar” as carteiras bancárias. É parecido com o dilema de um general que no campo de batalha tem que recuar seu exército: ele tem que recuar não tão rápido que pareça covardia, nem tão devagar que pareça provocação”, analisou o economista-chefe da Gradual, André Perfeito, em texto.

Entre as altas no índice estavam as ações da Usiminas PNA, alta de 7,35%; Vale PNA, alta de 6,63%; Vale ON, alta de 5,69%; Gerdau PN, alta de 5,66%; e Gerdau Metalúrgica PN, alta de 5,43%.

Na contramão estavam as ações da Fibria ON, queda de 3,32%; Suzano Papel PNA, queda de 3,62%; Cielo ON, queda de 2,42%; Qualicorp ON, queda de 2,61%; e Ultrapar ON, queda de 1,08%.

A Petrobras ON ficou em alta de 1,93% e a PN valorizada em 1,19%.

Commodities

O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta quarta-feira em forte alta de 2,92%, cotado a US$ 45,34, influenciado por uma forte queda nas reservas semanais de petróleo nos Estados Unidos.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em outubro subiram US$ 1,29 em relação ao fechamento de ontem.

O barril de petróleo Brent para entrega em novembro fechou nesta quarta-feira em alta de 2,15% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 46,87.

O petróleo do Mar do Norte terminou a sessão no International Exchange Futures (ICE) US$ 0,99 acima do valor final da sessão de ontem, que foi de US$ 45,88.

O minério de ferro negociado no porto de Qingdao ficou em alta de 0,18% aos US$55,87% a tonelada seca.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia