Bovespa fecha em alta e IEEX sobe 0,65%

O volume financeiro ficou R$7,6 bilhões

Arquivo:SE

A Bovespa operou em forte volatilidade nesta sexta-feira, com os negociadores ajustando depois de uma semana tumultuada na política local, em especial com o caso Renan Calheiros e a volta para o cargo de presidente do Senado Federal. Além disso, a cautela para a reunião do Federal Reserve, que é o banco central dos Estados Unidos.

Na semana, o Ibovespa subiu 0,30% e ao final da jornada de hoje em alta de 0,08% aos 60.736 pontos. O IEEX ficou em alta de 0,65%. O volume financeiro ficou R$7,6 bilhões.

Análise Álvaro Bandeira

As questões políticas pesaram no setor econômico ao longo da semana. “O que refletiu diretamente no comportamento dos mercados foi quadro político em Brasília, com Renan Calheiros no foco central, com prisões de políticos, sequestros de bens, enfim, mais elementos envolvidos. De outro lado, os indicadores apresentados, a postura de membros do Banco Central, com a fala de Ilan Goldfajn [presidente do BC] dando mais tranquilidade ao sinalizar que há espaço para mais cortes na Selic, também animaram um pouco quem tem previsão de investir”, considerou Bandeira.

Já no cenário externo, sem dúvida o grande destaque é Donald Trump, o presidente eleito dos Estados Unidos. “Lá fora também está tudo meio confuso, com Trump definindo a equipe econômica e levantando polêmica com as escolhas. Os dados mistos contribuíram para a volatilidade nos mercados e com as commodities em desigualdade. O petróleo recuou e o minério de ferro subiu”, disse.

Para a próxima semana, o Federal Reserve deverá será o centro das atenções. “Apesar de precificada a decisão de mexer com as taxas de juros, as incertezas rondam os mercados. Já que um fato novo também poderá pesar no comportamento dos asiáticos, depois que o parlamento da Coreia do Sul aprovou a destituição da presidente Par Geun-hye, embora indicadores da China tenham mostrado que “não tem pouso forçado”. Os dados por lá são bons, com apoio do partido Comunista, e o Japão também está sinalizando fortalecimento de sua economia”, considerou.

E, finalmente, sobre os trabalhos em Brasília, Bandeira destaca as votações da Reforma da Previdência, a PEC 55/16, do teto dos gastos. “Se tudo acontecer como o esperado, o mercado vai reagir e muito provavelmente teremos a Bovespa em 64 mil pontos no final do mês”, concluiu o analista-chefe e sócio da ModalMais, Álvaro Bandeira.

Entre as ações no Ibovespa ficaram as do Pão de Açúcar PN, alta de 5,01%; Ecorodovias ON, alta de 3,59%; CCR ON, alta de 2,00%; CPFL Energia ON, alta de 1,85%; e Rumo Log ON, alta de 1,69%.

Entre as ações recuadas ficaram as da Gerdau PN, queda de 5,23%; Gerdau Metalúrgica PN, queda de 4,97%; Kroton ON, queda de 4,54%; Siderúrgica Nacional ON, queda de 3,00%; e Usiminas PNA, queda de 2,91%..

Carteira teórica

Na carteira teórica, que vigora entre 05 de setembro de 2016 a 29 de dezembro de 2016, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do Ibovespa estão Itauunibanco PN (10,594%), Ambev S/A ON (8,588%), Bradesco PN (7,955%), Petrobras PN (5,523%) e Petrobras ON (4,268%).

O minério de ferro fechou em queda de 0,15% aos US$81,66 no porto de Gingdao.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia