Bovespa fecha em forte alta e IEE acompanha em 0,03%

Volume financeiro ficou abaixo da média, R$7,6 bilhões

Indicador em queda

A Bolsa de Valores de São Paulo devolveu as perdas nesta quarta-feira. Ao final, o Ibovespa subiu 2, 01% aos 53.876 pontos e IEE ficou em alta de 0,03% aos 30.428 pontos. O giro financeiro ficou em R$7,6 bilhões.

“O bom humor dos mercados se deu com os preços do minério de ferro para cima e do petróleo. Há uma sinalização de acordo da Grécia com seus credores e nessa esteira, a Bovespa seguiu o ritmo puxada também pela forte valorização dos bancos”, pontuou o operador da corretora Renascença, Luiz Roberto Monteiro.

Na China, o minério de ferro subiu 1,12% aos US$65,39 a tonelada, o que puxou os papéis da Vale para as máximas, além das declarações de seu presidente, Murilo Ferreira, descartando novas emissões ou contratações de empréstimos este ano.

Entre as altas no IEE estavam as ações da Alupar UNT N2 (1,19% a R$16,95); Cemig PN N1 (1,09% a R$13,90); CPFL Energia ON(1,51% a R$19,49), Copel PNB (1,00% a R$33,49); e Energias BR ON (0,19% a R$10,57).

Na contramão no IEE estavam as ações da Cesp PNB (-0,34% a R$20,33); Coelce PNA (-0,45% a R$42,20); Eletrobras PNB (-1,81% a R$9,24); e AES Tietê PN (-0,12% a R$17,22).

Carteira teórica

Na carteira teórica do Índice Bovespa que passa a vigorar a partir de 05 de maio de 2015 a 4 de setembro de 2015 estão: Itauunibanco PN (11,144%), Bradesco PN (8,440%), Ambev S/A ON (7,378%), Petrobras PN (5,687%) e Petrobras ON (4,166

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia