Bovespa fecha em queda e IEE acompanha com Grécia

China pede a permanência dos gregos na zona do euro e Tsipras destaca possível default amanhã

Índices em queda

A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em forte nesta segunda-feira, acompanhando os demais globais com o cenário grego.

Ao final, o Ibovespa recuou 1,86% aos 53.014 pontos e IEE também ficou em queda de 0,61% aos 30.106 pontos. O giro financeiro ficou em R$5 bilhões.

O drama da Grécia fez a China manifestar apoio com a criação de um novo fundo de investimento para infraestrutura da União Europeia. Além disso, os gigantes se prontificaram a ajudar na crise da dívida grega. Esta é mais uma estratégia de Pequim na busca por um papel ainda maior no palco mundial.

O premier Li Keqiang, que está na Europa em um dia em que os mercados financeiros despencaram com a Grécia no radar e podendo deixar o euro, afirmou aos líderes empresariais europeus que gostaria de ver Atenas permanecendo na zona do euro.

Em sua primeira reunião com o novo chefe da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, e do Conselho Europeu de líderes da UE, Donald Tusk, Li disse que a China estava pronta para investir e seguir comprando títulos da dívida grega.

“A decisão da China para participar é grande”, disse Li, sem se referir quando Pequim estaria disposta a desembolsar. Informações dão conta de que o novo fundo de infraestrutura seria de €315 milhões para a UE.

“A China tem reservas cambiais amplas”, disse ele, sugerindo a criação do fundo comum de investimento adicional UE-China.

Ainda hoje, o primeiro-ministro da Grécia Alexis Tsipras disse que o país poderá não quitar amanhã com o Fundo Monetário Internacional (FMI) o empréstimo de  €1,6 bilhão, como previsto no acordo de seu resgate financeiro, caso não obtenha as condições que deseja.

“Pagaremos se até então conseguirmos um acordo sustentável”, disse Tsipras em entrevista à rede de televisão estatal grega.

Entre as altas no IEE estavam as ações da Coelce PNA (1,05% a R$41,43), Eletropaulo PN (3,42% a R$17,53), Energias BR ON (0,61% a R$11,55); e Eletrobras PNB (0,12% a R$8,66).

Na contramão no IEE estavam as ações da Alupar UNT (-1,79% a R$16,48); CPFL Enegria ON (-2,79% a R$18,84); Copel PNB (-2,57% a R$34,10); e Light ON (-3,02% a R$16,72).

Carteira teórica

Na carteira teórica do Índice Bovespa que passa a vigorar a partir de 05 de maio de 2015 a 4 de setembro de 2015 estão: Itauunibanco PN (11,144%), Bradesco PN (8,440%), Ambev S/A ON (7,378%), Petrobras PN (5,687%) e Petrobras ON (4,166%).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia