(ERRATA) Bovespa fecha em queda e IEEX acompanha em 0,4%

O volume financeiro era de R$8,2 bilhões

Arquivo: UI

A Bovespa fechou no vermelho nesta quarta-feira, com os investidores acompanhando os demais em dia de divulgação da política monetária dos Estados Unidos com a reunião do Comitê de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês) do Federal Reserve.

O Fed aumentou levemente as previsões de crescimento da economia americana para 1,9% neste ano e a 2,1% em 2017, ao término de sua reunião de política monetária, onde decidiu subir as taxas de juros um quarto de ponto até a categoria de entre 0,5% e 0,75%.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 1,80% aos 58.212 pontos. O volume financeiro era de R$31,2 bilhões, com exercício de opções sobre o índice.

“O aumento, apesar de pequeno e precificado, pode significar pouco para a nossa economia. O que vem refletindo negativamente é o nosso cenário político e com a cautela dos investidores, principalmente com os desdobramentos da Operação Lava Jato. O que se espera, a partir dessa decisão do Fed, é um período de realização, com os papéis de peso [Petrobras, Vale] se movimentando conforme os preços das commodities”, avaliou o analista da UP Side Investors, Pedro Galdi.

A presidente do Fed, Janet Yellen, afirmou nesta quarta-feira que a decisão do banco central dos Estados Unidos de subir as taxas de juros é “um voto de confiança” no “considerável progresso” realizado pela economia do país.

“É um voto de confiança (…) no considerável progresso feito pela economia em direção a nossos dois objetivos de máximo emprego e estabilidade de preços”, disse Yellen em entrevista coletiva ao comentar a alta dos juros em um quarto de ponto percentual, para entre 0,5% e 0,75%, o primeiro ajuste monetário realizado em 2016.

Entre as altas no Ibovespa ficaram as da Suzano Papel PNA, alta de 2,86%; Klabin ON, alta de 2,41%; Fibria ON, alta de 1,17%; BRF ON, alta de 0,34%; Braskem PNA, alta de 0,27%.

Na contramão ficaram as ações da Kroton ON, queda de 6,87%; Estácio Participações ON, queda de 6,80% Gerdau Metalúrgica PN, queda de 7,01%; Gerdau PN, queda de 6,76%; Lojas Americanas PN, queda de 6,19%.

Carteira teórica

Na carteira teórica, que vigora entre 05 de setembro de 2016 a 29 de dezembro de 2016, estão os cinco ativos que apresentaram o maior peso na composição do Ibovespa estão Itauunibanco PN (10,594%), Ambev S/A ON (8,588%), Bradesco PN (7,955%), Petrobras PN (5,523%) e Petrobras ON (4,268%).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia