Bovespa fica com ganhos e IEE recua 0,35%

Giro financeiro fica na média, R$7,2 bilhões

Ibovespa no azul

A Bolsa de Valores de São Paulo fechou em alta nesta terça-feira, depois de cinco sessões no vermelho, com os investidores olhando para as decisões nos mercados internacionais e considerando também a reunião do Federal Reserve, que decide entre hoje a amanhã os rumos da política monetária dos Estados Unidos. O Banco Central do Brasil define a Selic, taxa referencial de juros do País.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 1,78% aos 49.601 pontos e o IEE recuou 0,35% aos 28.770 pontos. O volume financeiro estava em R$7,2 bilhões.

“O comportamento desta sessão foi surpresa, já que se esperavam mais vendas e não ocorreu. Com isso, o que podemos avaliar é que o índice devolveu a valorização de sexta-feira. A Vale engatou alta, bem como a Usiminas e Siderúrgica Nacional, com preços de commodities. A Petrobras também ficou para cima, outra surpresa. Acho que o mercado olhou bem para a ações na China e entendeu que se tratou apenas de especulação”, declarou o superintendente de operações da corretora Souza Barros, Ricardo Pinto Nogueira.

O preço do petróleo dos Estados Unidos também reagiu ao temor da China e fechou para cima, embora abaixo dos US$ 60,00 o barril.

O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou em alta de 1,24%, cotado a US$ 47,98, e interrompeu uma sequência negativa de quatro dias consecutivos.

No final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do petróleo WTI para entrega em setembro subiram US$ 0,59 em relação ao fechamento de ontem.

Já  o barril de petróleo Brent para entrega em setembro fechou em baixa de 0,31% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 53,47.

O petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, terminou a sessão no International Exchange Futures (ICE) US$ 0,17 abaixo do valor da última negociação.

Entre as altas no IEE estavam as ações da Cemig PN (0,65% a R$9,30); Coelce PNA (0,26% a R$38,80), CPFL Energia ON (1,68% a R$18,81), Equatorial ON (1,03% a R$35,41); e Copel PNB N1 (1,01% a R$33,84).

Na contramão no IEE estavam as ações da Alupar UNT N2 (-1,57% a R$15,64); Eletrobras PNB N1(-1,18% a R$8,35); Eletropaulo PN N2 (-2,74% a R$14,54); e AES Tietê PN (-0,22% a R$17,89).

Carteira teórica

Na carteira teórica do Índice Bovespa que passa a vigorar a partir de 05 de maio de 2015 a 4 de setembro de 2015 estão: Itauunibanco PN (11,144%), Bradesco PN (8,440%), Ambev S/A ON (7,378%), Petrobras PN (5,687%) e Petrobras ON (4,166).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia