Bovespa vira e fecha no azul com IEE em 0,94%

Volume financeiro ficou em R$5,1 bilhões

Arquivo: UI

A Bolsa de Valores de São Paulo manteve a alta na sessão desta terça-feira, marcada pelo volatilidade, com os investidores olhando para o início da temporada de balanços e também para o cenário externo, com Grécia em discussão.

Ao final, o Ibovespa ganhou 0,23% aos 53.239 pontos e o IEE em alta de 0,94% aos 30.868 pontos. O volume financeiro ficou em R$5,1 bilhões.

“O mercado virou no começo da tarde por conta da Petrobras e Vale, que acabou voltando e refletindo os preços do minério de ferro na China. Os bancos tiveram bom desempenho, com a elevação na taxa de crédito consignado. Já as elétricas seguiram com os preços do petróleo subindo”, considerou o analista da Leme Investimentos, João Pedro Brugger.

A Gerdau anunciaram nesta terça-feira, a reestruturação dos negócios na América Latina,  como  parte  das  ações necessárias para adequação da Gerdau ao cenário atual de grande competitividade, e avanço na simplificação de processos, conforme comunicado enviado à Comissão de Valores Mobiliários.

Entre as altas no IEE estavam as ações da Cemig PN (0,45% a R$11,,17); Coelce PNA (estável a R$40,00), Eletropaulo PN (0,06% a R$17,77), Equatorial ON (0,68% a R$36,90); e Energias BR ON (1,17% a R$12,06).

Na contramão no IEE estavam as ações da Alupar UNT (-1,94% a R$16,64); Light ON (-0,43% a R$16,10).

Carteira teórica

Na carteira teórica do Índice Bovespa que passa a vigorar a partir de 05 de maio de 2015 a 4 de setembro de 2015 estão: Itauunibanco PN (11,144%), Bradesco PN (8,440%), Ambev S/A ON (7,378%), Petrobras PN (5,687%) e Petrobras ON (4,166%).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia