BR Distribuidora desembarcou na B3 em ritmo de leilão de transmissão

Participaram do evento também membros dos Conselhos e diretores da empresa

Divulgação

O dia na bolsa de ações de São Paulo foi bem movimentado nesta sexta-feira, em clima de muito otimismo a ANEEL conseguiu despachar 11 lotes de linhas de transmissão de energia elétrica. O montante estimado pela conquista foi de R$8, 75 bilhões.

De outro lado, a festa foi também da Petrobras , que fez a estreia da BR Distribuidora, braço da estatal, na B3.

A cerimônia, com a diretoria e conselheiros da petroleia, marcou a sua oferta pública inicial de ações (IPO) e o início da negociação de suas ações no segmento Novo Mercado com o ticker BRDT3.

“Com a oferta pública inicial de ações da Petrobras Distribuidora, a companhia marca seu retorno ao pregão e também o retorno do mercado de capitais como a principal plataforma de obtenção de recursos para investimentos das companhias brasileiras”, disse Gilson Finkelsztain, presidente da B3.

O presidente da Petrobras, Pedro Parente, destacou as melhorias de governança pelas quais a Petrobras Distribuidora passou. “Ao longo dos últimos meses, a BR teve seu modo de ser administrada aprimorado, de forma que sua governança corporativa estivesse no estado da arte. Aprovamos um novo estatuto, que exige percentual mínimo de 50% de membros independentes, e fomentamos todas as melhorias necessárias para que a companhia aderisse ao padrão do Novo Mercado”, disse.

Já o presidente da Petrobras Distribuidora, Ivan de Sá, falou da importância da marca. “Esse momento nos coloca em um novo patamar. O de uma empresa gerida de acordo com os melhores padrões de gestão e uma sólida estrutura de governança corporativa, com maior transparência, boas práticas e a avaliação constante por parte dos agentes de mercado. Tudo isso somado a uma empresa experiente, referência nos diferentes negócios em que atua, com uma marca forte, presente em todo o território nacional, e no coração de cada brasileiro”.

Com a realização de seu IPO, a Petrobras Distribuidora passa a ser a 140ª empresa listada no Novo Mercado, que conduz as empresas ao mais elevado padrão de governança corporativa. As empresas listadas nesse segmento podem emitir apenas ações com direito de voto, as chamadas ações ordinárias (ON).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia