Energia com menor consumo

Carga de eletricidade movimentada no país terá crescimento menor, diz ONS

Segundo Chipp, o crescimento menor deve-se ao desempenho mais fraco da economia

O Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) acredita que 2015 terá alta entre 0,2% e 0,8% na carga de energia elétrica movimentada no Sistema Interligado Nacional (SIN), em relação ao ano passado. A nova previsão reduz a estimativa anterior, feita no segundo semestre do ano passado, de crescimento de 3,2%. A afirmação foi feita hoje (19) pelo diretor do ONS, Hermes Chipp.

Segundo Chipp, o crescimento menor deve-se ao desempenho mais fraco da economia e a campanhas de economia de energia, feitas pelo governo em parceria com a Associação Brasileira de Distribuidores de Energia Elétrica (Abradee).

“Com a desaceleração da economia mais os efeitos da campanha pode-se chegar a uma redução de 3 pontos percentuais [em relação ao crescimento inicialmente previsto]. Mas pode ser até mais. A economia é o que conta mais [para essa queda do ritmo de crescimento]”, disse Chipp, em evento no Rio de Janeiro.

Com Ag. Brasil

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia