Energia elétrica foi a grande vilã no IPCA-15, 13,02%

Preço pesou em cheio no bolso dos consumidores, diz IBGE

Novos preços

O Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo-15 (IPCA-15) variou 0,60% em maio, ante variação de 1,07% de abril, de acordo com informações divulgadas nesta sexta-feira (22) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

No acumulado do ano, o índice marcou 5,23%. Em maio do ano passado, a taxa ficou em 0,58%. Em 12 meses, o indicador ficou em 8,24%.

Segundo o IBGE, a energia elétrica teve o principal impacto, com alta de 13,02% nas contas, refletindo os reajustes que passaram a vigorar a partir de 02 de março.

Dentre os índices regionais, o maior foi de Fortaleza (1,23%), enquanto o menor foi de Brasília (0,14%).

Para o cálculo do IPCA-15 os preços foram coletados no período de 14 de abril a 14 de maio de 2015 (referência) e comparados com aqueles vigentes de 14 de março a 13 de abril de 2015 (base).

O indicador refere-se às famílias com rendimento de 1 a 40 salários mínimos e abrange as regiões metropolitanas do Rio de Janeiro, Porto Alegre, Belo Horizonte, Recife, São Paulo, Belém, Fortaleza, Salvador e Curitiba, além de Brasília e Goiânia.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia