Energisa divulga vendas de energia ao longo de 2015, R$9,6 bilhões

Esse montante não inclui a receita de construção

Energisa

A Energisa divulgou nesta quarta-feira (27), os resultados das vendas de energia do ano e de dezembro de 2015.

No último mês de 2015, a receita operacional líquida consolidada da Energisa, deduzida das receitas de construção, foi de R$ 816,9 milhões, ante os R$ 750,8 milhões registrados no mês anterior.

As vendas consolidadas em dezembro para os consumidores cativos e transporte de energia aos consumidores livres localizados nas áreas de concessão (origem das receitas de disponibilização do sistema de transmissão e distribuição -TUSD) reduziram 1,9% em relação a igual mês de 2014, totalizando 2.411,9 GWh. Deste total, 2.141,6 GWh foram vendidos no mercado cativo, que reduziu 0,2%, e 270,3 GWh foram transportados para consumidores livres (redução de 13,3%). As vendas de energia da subsidiária de comercialização no ACL – Ambiente de Contratação Livre totalizaram 161,3 GWh, uma redução de 18,3%. Já as vendas de suprimento de energia a concessionárias foram de 165,7 GWh, 162,3% maiores em relação a igual mês de 2014.

Consequentemente, a energia total comercializada pelo Grupo Energisa no mês de dezembro foi de 2.811,2 GWh, contra 2.694,3 GWh em igual mês do ano anterior, o que representa um aumento de 4,3%.

Ao longo dos 12 meses de 2015, a energia total comercializada somou 32.656,1 GWh, avanço de 19,8% em relação ao mesmo período do ano anterior. Esse expressivo crescimento decorre fundamentalmente da base comparativa de 2014, que inclui apenas as vendas de energia das empresas adquiridas do Grupo Rede a partir de 11 de abril de 2014. A receita operacional líquida consolidada do Grupo Energisa em 2015, deduzida das receitas de construção, totalizou R$ 9.583,4 milhões, acréscimo de 29,0% (ou R$ 2.156,8 milhões) em relação ao valor registrado em 2014.

Energisa e as Controladas

As distribuidoras de energia elétrica controladas pela holding Energisa, Energisa Paraíba (EPB), Energisa Borborema (EBO), Companhia Nacional de Energia Elétrica (CNEE) e Caiuá Distribuição de Energia receberam a Medalha Eloy Chaves 2015, pelas práticas de segurança no trabalho.

A EPB foi a primeira colocada entre as distribuidoras com mais de 2000 colaboradores e a Caiuá ficou em terceiro lugar, na categoria de 501 a 2000 colaboradores. No grupo até 500 colaboradores, a EBO alcançou o primeiro lugar e a CNEE, o terceiro. A Medalha Eloy Chaves foi criada em 1980 pela ABCE (Associação Brasileira de Companhias de Energia Elétrica) para premiar anualmente as empresas de energia elétrica de todo o Brasil destacadas pela prevenção de acidentes de trabalho.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia