EPE habilita 382 projetos de energia fotovoltaica

Primeiro leilão de energia fotovoltaica do governo brasileiro, realizado em outubro do ano passado, foi considerado um grande sucesso

Maurício Tolmasquim

A Empresa de Pesquisa Energética (EPE) divulgou nesta sexta-feira o credenciamento de 382 projetos de geração de energia fotovoltaica (solar) para o 1º Leilão de Energia de Reserva (LER) 2015, totalizando uma capacidade instalada de 12.528 Megawatts (MW). Os projetos passarão agora pela fase de habilitação, a fim de participar do certame marcado inicialmente para o dia 14 de agosto.

“Mais uma vez o leilão de fotovoltaica surpreende pela grande quantidade de projetos inscritos, que totalizam uma capacidade instalada superior a de Belo Monte”, afirma o presidente da EPE, Mauricio Tolmasquim, referindo-se à usina hidrelétrica de 11 mil MW que está sendo construída no Pará.

Para Tolmasquim, o grande número de projetos credenciados antecipa que o leilão será bastante competitivo, “o que é bom para os consumidores”, ressalta.

O primeiro leilão de energia fotovoltaica do governo brasileiro, realizado em outubro do ano passado, foi considerado um grande sucesso ao fechar contratos com preço médio de R$ 215,12 o megawatt-hora (MWh). Ao todo foram contratados 890 MW de capacidade instalada de energia fotovoltaica em 2014.

“O bom nível de insolação do Brasil permitiu que já no primeiro leilão esta fonte tivesse conseguido um dos mais baixos preços do mundo”, destaca Tolmasquim.

O presidente da EPE disse ainda que a maioria dos projetos dessa fonte está concentrada na região Nordeste, o que já era esperado, segundo ele, pelo ótimo nível de insolação da região.

A Bahia mais uma vez lidera em volume de projetos e potência, com 140 empreendimentos que somam capacidade instalada de 4,4 mil MW. Em seguida vem o Piauí, com 61 projetos e potência de 2 mil MW.

A lista completa dos empreendimentos, bem como os estados de origem estão na página da EPE.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia