Harvey paralisa 20 refinarias dos EUA e preço do petróleo segue em queda

Brent no ICE Futures de Londres caiu 39 centavos, ou 0,8%, para US $ 51,25 o barril

Getty Images

A tempestade tropical Harvey, que voltou para a castigar a costa do Golfo do México nesta quarta-feira,  segue elevando o número de desabrigados e com mais áreas inundadas no estado do Texas, núcleo energético dos Estados Unidos, e Louisiana.

Mais refinarias estão paralisadas e as interrupções na produção deixaram os mercados de energia apenas com 1,9 milhão de barris por dia de petróleo bruto, 1,1 milhão de barris por dia de gasolina e 800 mil de combustíveis destilados por dia com a chegada do furacão Harvey desde a quinta-feira, conforme os analistas do Goldman Sachs.

Na sessão de hoje, em quase todos os mercados acionários globais as ações das energéticas estão pressionadas, embora com os preços do petróleo em alta na Bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

As ações das refinarias continuaram a gerar ganhos nas perspectivas de margens, com a Stock of Andeavor, antiga  Tesoro Corp., estava com os papéis em alta de e 2% na Nyse.

Ações de refinarias que operam principalmente fora do Sudeste, como a Delek US Holdings Inc. e HollyFrontier Corp., estavam com ganhos.

A Marathon Petroleum Corp., Phillips 66 PSX, e Valero Energy Corp. subiram mais de 1,05% são as empresas de refino que estão mais tempo em atividade mesmo com a tempestade.

O Harvey, que atingiu a região no fim de semana como furacão da categoria 4 deixou até agora  20 mortos e milhares de desabrigados em consequência da chuva e inundações com água em quase dois meses em determinadas partes das cidades atingidas, Corpus Christis, Austin, Houston, entre outras.

Até agora, o Harvey já pesou em mais de 20% da capacidade total de refino dos Estados Unidos,  que está altamente concentrada ao longo da Costa do Golfo.

Mais refinarias estão agora paradas, 20 no total, incluindo na área portuária a  Motiva Enterprises, que funcionou com capacidade limitada. A refinaria é operada pelo gigante do petróleo da Arábia Saudita, Saudi Aramco.

Os analistas já consideram que mais de 1,4 milhão de barris de petróleo não serão refinados para combustíveis e serão enviados para a Reserva Estratégica, isso enquanto as refinarias estiverem fechadas.

Na Bolsa Mercantil de Futuros, Nova York, o petróleo WTI com contratos para outubro reduziu a perda e estava sendo negociado a US $ 45,99 o barril, depois de ter baixado tanto quanto US $ 45,84, mas recua 0,97%.

Já o preço do Brent bruto, também com contratos para outubro Brent no ICE Futures de Londres caiu 39 centavos, ou 0,8%, para US $ 51,25 o barril.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia