Ibovespa avança em novo recorde e IEE sobe mais de 1%

Volume financeiro ficou em R$14,8 bilhões

Ibovespa

O Ibovespa manteve o rali nesta quarta-feira, seguindo para mais um recorde nominal e no sexto dia consecutivo no azul, com os investidores mantendo o apetite para os papéis de primeira linha ao longo do dia, mas realizando um pouco perto do fechamento.

A atenção ficou para a ata da última reunião do Federal Reserve, que não descartou a elevação por mais três vezes nas taxas de juros e manteve como meta o avanço da inflação. O documento mostrou que os membros do Fed descartaram o fortalecimento da economia norte-americana e também do mercado financeiro. Lá fora, os índices de metais, de energia e preços do petróleo voltaram para o território negativo com o conteúdo do documento.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 0,29% aos 86.051 pontos. O volume financeiro ficou em R$14,8 bilhões. O IEE ficou em alta de 1,24%.

“Com a questão da Previdência precificada, embora com alguma esperança, o mercado segue no positivo. O que se vê é uma leve sinalização para a campanha presidencial. É cedo para prever algum apoio? É, com certeza, mas se ocorrer algum acidente de percurso, como a queda forte nos preços das commodities, ou com as agências de risco rebaixando a nota do País, ou algum grande evento relevante pesando na economia global, o mercado de ações pode reagir para baixo. Se nada disso ocorrer, o índice pode atingir os 100 mil pontos tranquilamente. A ata do Fed pesou um pouco, mas não conseguiu reverter o Ibovespa”, avaliou o gerente de Bovespa da HCommcor, Ari Santos.

As ações com ganhos
Lojas Amer. PN, alta de 4,02%; Rumo ON, alta de 3,67%; Ecorodovias ON, alta de 3,22%; B3 ON, alta de 3,13%; e Gerdau Met. PN, alta de 2,75%.

As ações com perdas
Mag. Luiza ON, queda de 4,16%; Fibtria ON, queda de 3,23%; P. de Açúcar PN, queda de 2,47%; Cemig PN, queda de 1,76%; e Estacio Part. ON, queda de 1,74%.

A Petrobras PN ficou em queda de 1,11% e a PN, queda de 0,93%.

A Vale ON ficou em queda de 1,56%.

A Eletrobras ON ficou em alta de 2,05% e a PN, alta de 1,30%.

O Itau Unibanco PN ficou em alta de 1,32%.

O Bradesco PN ficou em alta de 0,53%.
Carteira Teórica

A Carteira Teórica do Índice Bovespa em vigor de 02 de janeiro a 04 de maio de 2018. Os cinco ativos que apresentam o maior peso na composição do índice são: Itauunibanco PN (10,510%), Vale ON (9,993%), Bradesco PN (7,830%), Ambev S/A ON (6,875%) e Petrobras PN (5,240%).

Commodities

O petróleo referência, Brent, ficou em alta na bolsa de Futuros de Londres a 0,99% a US$64,57 o barril.

O petróleo WTI ficou em queda de 1,88%, cotado a US$ 61,125 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

A celulose fibra longa negociada fechou US$1.068,96, alta de 0,12%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$1.008,38 a tonelada e em alta de 0,50%.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia