Ibovespa chega aos 74 mil e IEE sobe 1, 7%

Volume financeiro acima dos R$5 bilhões

Ibovespa

O Ibovespa, índice principal da bolsa de valores de São Paulo, bateu o recorde histórico nas negociações do começo desta tarde. A última vez que o índice ficou perto desse patamar foi em 29 de maio de 2008.

Há pouco, o Ibovespa estava em alta de 2,10% aos 74.608 pontos e volume financeiro seguindo para os R$5,1 bilhões. O IEE estava em alta de 1,70%.

As ações com ganhos
Eletrobras ON, alta de 7,56%; Sider. Nacional ON, alta de 6,60%; Usiminas PNA, alta de 5,41%; Eletrobras PNB, alta de 5,88%; e Gerdau Met. PN, alta de 3,35%.

As ações com perdas
Fibria ON, queda de 0,67%.

Na leitura do mercado, os últimos acontecimentos envolvendo a J&F fortalece o presidente Michel Temer e, ao mesmo tempo, as votações relevantes para a economia do País, com a Reforma da Previdência, abrem caminho para a retomada do crescimento.

O movimento de hoje é inverso ao dia 18 de maio, quando foram divulgados os áudios da delação premiada do donos da J&F, com imagens de recebimento de propinas e conversas entre Joesley Batista e demais executivos envolvendo o presidente Temer.

A bolsa de valores, que abriu em queda imediata de 10%, ficou em “circuit breaker” por meia hora e voltou a operar através de leilões. Os papéis da Petrobras derreteram em quase 20% e as demais estatais pegaram carona em mais de 10%.

Agora, quatro meses depois, o cenário é outro com a prisão temporária dos mesmos executivos expedidas pelo ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin, que acolheu o pedido feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot.

De acordo com Janot, os novos áudios de quatro horas de uma conversa dos executivos da J&F, divulgados há duas semanas, em que mencionavam o ex-procurador da República Marcelo Miller, aponta que eles omitiram informações da Procuradoria-Geral da República durante as negociações do acordo de delação premiada.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia