Ibovespa descola da S&P, sobe na semana e IEE recua 0,3% no pregão

Volume financeiro ficou em R$9,1 bilhões

Ibovespa

Depois de sucessivas altas, com um pouco de realização e ajustes, o índice Bovespa está fechando a semana em alta de 0,35%.

Já nesta sexta-feira, conforme precificado pelo mercado financeiro doméstico, o peso da decisão da agência de classificação de risco, Standard & Poor’s, em rebaixar a nota de crédito soberano do Brasil em BB- não trouxe grande impacto, apesar da forte volatilidade ao longo do pregão. Os preços das commodities, o início da temporada de resultados financeiros e os números da balança comercial da China também ajudaram.

Ao final, o Ibovespa ficou praticamente estável aos 79.349 pontos. O volume financeiro ficou em R$9,1 bilhões. O IEE ficou em queda de 0,34%.

“O comportamento de hoje foi menos ruim que o esperado. O rali, interrompido por um pouco de realização e ajustes, refletiu na alta de 0,35% na semana. A decisão da S&P, que praticamente era esperada para o final do ano passado, bem como a valorização dos últimos dias, foi um recado de que o governo precisa seguir com as reformas, tanto a fiscal com a da Previdência. O resultado de hoje tem também um pouco de cautela do investidor com o feriado de segunda-feira [15] nos Estados Unidos. Ninguém quer ficar comprado quando Wall Street está parada”, destacou o analista de investimentos da Corretora Magliano, Pedro Galdi.

As ações com ganhos
Usiminas PNA, alta de 2,04%; Gerdau Met PN, alta de 2,54%; Ecorodovias ON, alta de 2,40%; Hyermarcas ON, alta de 1,93%; e Cosan ON, alta de 1,81%.

As ações com perdas
Kroton ON, queda de 4,33%; Copel PNB, queda de 2,30%; Estácio Part. ON, queda de 2,63%; Marfrig ON, queda de 2,55%; e Sid. Nacional ON, queda de 3,13%.

A Petrobras ON ficou em alta de 0,77% e a PN, alta de 0,29%.

A Vale ON ficou em alta de 0,58%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica do Índice Bovespa em vigor de 02 de janeiro a 04 de maio de 2018. Os cinco ativos que apresentam o maior peso na composição do índice são: Itauunibanco PN (10,510%), Vale ON (9,993%), Bradesco PN (7,830%), Ambev S/A ON (6,875%) e Petrobras PN (5,240%).

Commodities

O petróleo referência, Brent, ficou em queda na bolsa de Futuros de Londres em 1,01% a US$70,48 o barril.

O petróleo WTI segue em queda de 0,96%, cotado a US$ 64,41 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, ficou em queda de 1,30% a US$78,05 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$1016,49, alta de 1,31%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$993,58 e alta de 1,21%, a tonelada.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia