Ibovespa fecha em alta e IEE avança 0,5%

Volume financeiro ficou em R$12,2 bilhões

Índice volátil

O Ibovespa, que operou em grande parte do dia no vermelho, ganhou fôlego bem perto do fechamento do pregão. O resultado positivo foi puxado pelos papéis da Braskem, ofuscando a decisão do Federal Reserve, que vai mexer com as taxas de juros ainda este ano.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 0,04% aos 76.004 pontos. O giro financeiro ficou em R$12,2 bilhões. O IEE ficou em alta de 0,55%.

“O movimento de hoje teve dois pontos importantes: o Fed e as notícias corporativas, com destaques para a Braskem e Petrobras. Com isso, o investidor partiu para as compras e o índice seguiu em recorde”, destacou o diretor da Codepe Investimentos, José Costa Gonçalves.

Sobre a Braskem, a companhia deve anunciar em breve a decisão de converter suas ações preferenciais (PN) em ordinárias (ON). É com esse passo que as controladoras, Odebrecht e Petrobras, vão dar a largada, neste ano, na reorganização societária colocada em marcha com a revisão do acordo de acionistas.

Já a Petrobras segue influenciada pelos Planos de Negócios, com destaque para o desinvestimento projetado na venda da BR Distribuidora.

As ações com ganhos
Braskem PNA, alta de 6,70%; Sabesp ON, alta de 3,16%; e Estacio Part. ON, alta de 2,80%.

As ações com ganhos
Sider. Nacional ON, queda de 3,21%; Localiza ON, queda de1,82%; WEG ON, queda de 3,37%; Lojas Amer. PN, queda de 2,24%; e Bradespar PN, queda de 2,02%.

A Petrobras ON ficou em alta 4,49% e a PN, alta de 3,36%.

A Vale ON ficou em queda de 1,89% e a PN, queda de 2,11%.

A Eletrobras ON ficou em alta de 2,09%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passou a vigorar de 04 de setembro a 28 de dezembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (10,846%), Bradesco PN (8,485%), Ambev ON (7,039%), Petrobras PN (4,883%) e Vale ON (9,040%).

Commodities

O petróleo WTI estava em alta de 1,64%, cotado a US$ 50,29 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York. A recuperação da commodities se deu com a divulgação dos estoques da semana passada nos Estados Unidos.

O Brent, que é referência no mercado europeu negociado na ICE, está em alta de 1,46% aos US$58,48.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em alta de 1,16% aos US$69,65 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$904,99, alta de 0,12%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$885,23 e alta de 0,25%, a tonelada.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia