Ibovespa fecha em alta e IEE não sustenta ganho

Volume financeiro ficou abaixo da média, R$6,8 bilhões

Arquivo: UI

O mercado acionário doméstico ficou em alta nessa segunda-feira, depois de muita volatilidade. O tema principal foi, por mais um dia, a reforma da Previdência e os arranjos do governo e políticos. De outro lado, os preços do petróleo dispararam com o Brent em destaque.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 0,09% aos 72.800 pontos. O giro financeiro ficou R$6,8 bilhões. O IEE estava em queda 0,17%.

“Novamente o mercado ficou ao sabor da reforma da Previdência. Pela manhã, a reação foi para a entrada em votação. No final da tarde, a fala de Rodrigo Maia sobre o “talvez”, mudou tudo novamente. O prazo esperado pelo mercado está no fim”, disse o operador da Renascença, Luiz Roberto Monteiro.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, disse hoje que não colocará em votação a proposta de reforma da Previdência, sem a garantia. “Eu não vou pautar uma matéria dessa se a gente não tiver muita clareza de ter mais de 308 votos. Não é bom para o Parlamento, e muito menos para o Brasil, ter uma votação com resultado ruim. Até porque, se a expectativa for de derrota, o resultado será pior ainda daquele projetado antes da votação”, enfatizou, ao participar de reunião com representantes do agronegócio na Federação das Indústrias do Estado de São Paulo, conforme a Agência Brasil.

As ações com ganhos
Usiminas PNA, alta de 3,35%; Braskem PNA, alta de 2,67%; MRV ON, alta de 2,19%; BM&FBovespa ON, alta de 1,79%; Embaer ON, alta de 1,71%.

As ações com perdas
Estacio Part. ON, queda de 4,61%; CPFL Energia ON, queda de 4,60%; JBS ON, queda de 1,71%; e Kroton ON, queda de 2,65%.

A Petrobras ON ficou em alta de 1,13% e a PN, alta de 0,33%.

A Vale ON ficou em alta de 0,99%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passou a vigorar de 04 de setembro a 28 de dezembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (10,846%), Bradesco PN (8,485%), Ambev ON (7,039%), Petrobras PN (4,883%) e Vale ON (9,040%).

Commodities

O petróleo referência, Brent, fechou em alta de na bolsa de Futuros de Londres em 2,86% aos US$66,18 o barril.

O petróleo WTI segue em alta de 1,03%, cotado a US$ 57,95 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em queda de 0,76% a US$68,82 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$972,00, alta de 1,30%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$955,47 e alta de 0,26%, a tonelada.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia