Ibovespa fecha em alta e IEE também reage no positivo

Volume financeiro ficou em R$5,8 bilhões

Investidor

O Ibovespa voltou para o terreno positivo, em sessão marcada pela volatilidade. Os investidores ficaram pautados no cenário externo e reagiram na recuperação em Wall Street, depois que alguns balanços financeiros ficaram dentro do esperado.  Os preços das commodities reagiram e puxaram Vale e Petrobras.

Ao final, o Ibovespa ficou em alta de 0,19% aos 65.065 pontos. O IEE ficou em alta de 0,19%. O giro financeiro ficou em R$5,8 bilhões.

As ações com ganhos
WEG ON, alta de 2,19%; BR Malls ON, alta de 2,68%; Suzano Papel PNA, alta de 2,73%; Sabesp ON, alta de 2,55%; e Qualicorp ON, alta de 2,40%.

As ações com perdas
Gerdau PN, queda de 1,63%; Ultrapar ON, queda de 2,76%; Cyrela Realt ON, queda de 1,99%; BRF ON, queda de 1,72%; e JBS ON, queda de 1,53%.

A Petrobras ON ficou em alta de 1,12% e a PN, alta de 0,39%.

A Vale ON ficou em alta de 0,61% e a PN, alta de 0,18%

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passou a vigorar de 02 de maio a 01 de setembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (11,453%), Bradesco PN (8,244%), Ambev S/A ON (7,299%), Petrobras PN (5,331%) e Vale PNA (4,727%).

Commodities

O contrato futuro do petróleo tipo WTI para entrega em agosto ficou em US$ 46,28 o barril, com alta de 0,56%.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em alta de 3,04% a US$68,84 a tonelada seca e com 62% de pureza.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia