Ibovespa fecha semana em queda de 0,4%

Petrobras ON, alta de 0,58% e a PN, alta de 0,08%

Arquivo: UI

O índice principal da bolsa de valores de São Paulo fechou a semana com desvalorização de 0,48%, com a influência de commodities puxando os papéis de bancos, Petrobras e Vale.

Nesta sexta-feira, o Ibovespa recuou 0,87% aos 62.210 pontos. O volume financeiro ficou em R$7,2 bilhões. O IEE, que é o índice de energia elétrica, ficou em alta de 0,16%.

A volatilidade para este pregão já era esperado, com os investidores atentos para a decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) no julgamento da chapa Dilma-Temer sobre a eleição de 2014.

Análise Alvaro Bandeira

A semana foi movimentada em quase todos os mercados, considerando que a Ásia ficou de lado com os índices de peso reagindo apenas aos indicadores da região. “Podemos destacar três fatos relevantes na semana: a eleição no Reino Unido, o depoimento do ex-diretor do FBI no Congresso norte-americano e a decisão do Banco Central Europeu. A eleição no Reino Unido  surpreendeu e Theresa May terá que fazer um grande esforço, enquanto se procura um novo primeiro-ministro. Nos Estados Unidos, James Comey, disse e também não disse. Já o BCE decidiu manter tudo como está na Zona do Euro e essa postura deu tranquilidade aos mercados. Ainda no Velho Continente, a Itália mudou de ideia e deixou a eleição para o tempo certo. Na França, o presidente Emmanuel Macron segue fazendo cadeiras e fortalecendo a sua  maneira moderna de governar”, avaliou o analista-chefe do ModalMais.

Já no cenário doméstico, os indicadores econômicos estão reagindo com a deflação voltando. “Os números estão subindo, mesmo que devagar, mas já é uma reação. Porém, podemos destacar o julgamento no TSE na chapa Dilma-Temer e também a decisão do PSDB se vai deixar a base governista. A palavra para a semana é dúvida! Lembrando que mais envolvidos na Lava Jato estão demonstrando disposição para delações premiadas, como o ex-ministro, Antonio Palocci”, concluiu o analista-chefe e sócio do ModalMais, Alvaro Bandeira.

As ações com ganhos

Ecorodovias ON, alta de 3,44%; Cyrela Realt ON, alta de 2,43%; Cemig PN, alta de 2,41%; Siderúrgica Nacional ON, alta de 1,67%; e Sabesp ON, alta de 1,62%.

As ações com perdas

JBS ON, queda de 2,67%; Natura ON, queda de 7,73%; Suzano Papel PNA, queda de 3,98%; Santander BR UNT, queda de 3,41%; e Cosan ON, queda de 2,95%.

A Petrobras ON, alta de 0,58% e a PN, alta de 0,08%.

A Vale ON estava em alta de 1,04% e a PN, alta de 0,78%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passou a vigorar de 02 de maio a 01 de setembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (11,453%), Bradesco PN (8,244%), Ambev S/A ON (7,299%), Petrobras PN (5,331%) e Vale PNA (4,727%).

Commodities

Os futuros de petróleo operam em alta, nesta manhã, com o tipo WTI subiu 0,57%, cotado a US$ 45,90 o barril.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em queda de 1,71% a US$54,41 a tonelada seca e com 62% de pureza.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia