Ibovespa fechou em queda, mas manteve acima dos 66 mil pontos

O volume financeiro ficou em R$6,9 bilhões

Flickr Creative Commons

O Ibovespa fechou em queda nesta quinta-feira, com os investidores realizando os lucros e com a “aparente” calmaria em Brasília depois da vitória apertada do presidente Michel Temer na Câmara dos Deputados. O arquivamento das denúncias de corrupção passiva contra o presidente Temer abre espaço para novas discussões ligadas a outras denúncias. Além disso, as reformas que estão na pauta para os próximos dias estão em risco, com a oposição se fortalecendo e prometendo muita briga. Os preços das commodities recuaram.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 0,53% os 66.777 pontos. O volume financeiro ficou em R$6,9 bilhões. O IEE ficou  em alta de 0,23%.

“Agora é esperar para as aprovações das Reformas, Previdência e Política. O presidente Temer tem pouco tempo e vai governar em cima de medidas amargas que outros pensaram em fazer, mas desistiram pelo tamanho do problema. O que era ‘boato’ agora é ‘fato’ e será necessário um aporte grandioso para acertar os R$139 bilhões. O mercado entendeu e hoje está em realização. A tendência, se não surgirem novas denúncias, é de uma recuperação ainda mais forte da bolsa”, considerou o diretor da Codepe Investimentos, José Costa Gonçalves.

As ações com ganhos

BRF ON, alta de 2,79%; Eletrobras PNB , alta de 4,23%; Eletrobras ON, alta de 2,98%; Natura ON, alta de 2,31%; e Cemig PN, alta de 1,27%.

As ações com perdas

Cielo ON, queda de 31,11%; Estacio Part. ON, queda de 5,38%; Cyrela Realt ON, queda de 2,64%; Fibria ON, queda 2,48%; e Localiza ON, queda de 2,37%.

A Petrobras ficou em queda de 1,50% e a PN, queda de 1,48%.

A Vale ON ficou em queda de 1,38% e a PN, queda de 1,04%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passou a vigorar de 02 de maio a 01 de setembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (11,453%), Bradesco PN (8,244%), Ambev S/A ON (7,299%), Petrobras PN (5,331%) e Vale PNA (4,727%).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia