Ibovespa fica em alta e IEEX acompanha em 0,6%

O giro financeiro ficou para R$7 bilhões

Arquivo:UI

A bolsa de valores de São Paulo manteve a valorização do índice nesta quinta-feira. Os investidores mantiveram as compras com os números da economia local, a reta final da Reforma da Previdência, projeções para a safra de grãos e também com a reação positiva das commodities no mercado internacional.

Ainda sobre o avanço de hoje estão os resultados financeiros, em especial do Banco do Brasil, elétrica, lojas de varejo, e com as estimativas mais positivas para os números da Petrobras para o primeiro trimestre. A petroleira anuncia o resultado a partir das 6 da tarde.

Ao final, o Ibovespa estava em alta de 0,28% aos 67.537 pontos. O IEEX ficou em alta de 0,62%. O giro financeiro ficou para R$7 bilhões.

“As notícias internas, com os sinais de que o governo está conseguindo caminhar, já mexeram com o humor do mercado. Considerando que a bolsa é mais sensível, os resultados apontam para uma boa retomada de investimentos. As apostas de uma queda na taxa de juros pelo BCB já é quase certa, principalmente, depois dos dados de deflação”, disse o diretor da Codepe Investimentos, José Costa Gonçalves.

As ações com ganhos
Eletrobras ON, alta de 8,27%; Eletrobras PNB, alta de 5,69%; Brasil ON, alta de 3,15%; Gerdau Met. PN, alta de 3,09%; e WEG ON, alta de 1,76%.

As ações com perdas
Suzano Papel PNA, queda de 3,02%; Marfrig ON, queda de 3,54%; MRV ON, queda de 2,46%; Fibria ON, queda de 1,43%; e Brakem PNA, queda de 1,36%.

A Vale ON ficou em queda de 0,90% e a PN, queda de 1,70%.
A Petrobras ON ficou em queda de 0,33% e a PN, alta de 0,41%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passa a vigorar de 02 de maio a 01 de setembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (11,453%), Bradesco PN (8,244%), Ambev S/A ON (7,299%), Petrobras PN (5,331%) e Vale PNA (4,727%).

Commodities

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em queda de 0,61% a US$60,38 a tonelada seca e com 62% de pureza.

No momento, o contrato futuro do tipo WTI, para entrega em junho, é negociado a US$ 47,79 o barril, com valorização de 0,97%.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia