Ibovespa opera em alta e Eletrobras dispara acima de 10%

No momento, o contrato futuro para entrega em agosto do WTI é cotado a US$ 43,20 o barril, com alta de 1,58%

Arquivo:UI

A bolsa de valores de São Paulo opera em recuperação nesta quinta-feira, com os investidores mais animados com a ligeira valorização das commodities. As elétricas dispararam com os preços do petróleo e notícias corporativas.

Há pouco, o Ibovespa estava em alta de 0,76% aos 61.220 pontos. O volume financeiro era de quase R$2 bilhões.O IEE opera em alta de 3,39%.

As ações com ganhos
Cemig PN, alta de 10,77%; Eletrobras ON, alta de 10,04%; Eletrobras PNB, alta de 5,76%; Estacio Part. ON, alta de 3,28%; Copel PNB, alta de 2,35%; e Bradesco ON, alta de 0,23%.

As ações com perdas
Klabin UNT , queda de 1,19%; BR Malls ON, queda de 2,45%; JBS ON, queda de 1,26%; e Ecorodovias ON, queda de 1,10%.

A Petrobras ON estava em alta de 1,80% e a PN, alta de 2,49%.
A Vale ON estava em alta de 3,40% e a PN, alta de 2,97%.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica, que passou a vigorar de 02 de maio a 01 de setembro no Ibovespa, mostra os cinco ativos com maior peso no índice: Itauunibanco PN (11,453%), Bradesco PN (8,244%), Ambev S/A ON (7,299%), Petrobras PN (5,331%) e Vale PNA (4,727%).

Empresas

A Cemig (CMIG4) anunciou ontem que o Conselho de Administração aprovou o processo de alienação da totalidade de sua participação, direta e indireta, no capital social da Light. Essa decisão está alinhada com o plano de venda de ativos da estatal mineira, que visa equacionar sua situação financeira, já que hoje a companhia possui uma dívida de cerca de R$ 8,2 bilhões vencendo até 2018.

Braskem (BRKM5) irá construir uma nova planta de polipropileno no complexo industrial de La Porte, no Texas. A sexta planta da companhia em território norte-americano deve adicionar uma capacidade de 450 mil toneladas por ano, aumentando em mais de 20% sua capacidade produtiva no país, onde já é a principal produtora da resina. O investimento aprovado é de até US$ 675 milhões (cerca de R$ 2,251 bilhões) e as operações devem começar no início de 2020.

B3 (BVMF3) , a antiga BM&FBovespa ,saiu ganhadora na primeira instância do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais, por cinco votos a três, os conselheiros consideraram válida a amortização de ágio gerado pela operação de fusão realizada em 2008. Entretanto, cabe recurso à Câmara Superior do Carf que já se manifestou de forma contrária à companhia, mantendo a cobrança bilionária semelhante ao julgamento de outro processo finalizado em abril deste ano, onde a Receita Federal autuou a bolsa por uso indevido do ágio dessa incorporação em diferentes anos. O valor atualizado da autuação fiscal analisada ontem é de R$ 2,4 bilhões, segundo informou a B3 por meio de comunicado ao mercado.

Commodities

No momento, o contrato futuro para entrega em agosto do WTI é cotado a US$ 43,20 o barril, com alta de 1,58%.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, fechou em alta de 0,51% a US$56,53 a tonelada seca e com 62% de pureza.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia