IEE fecha em alta na carona com o índice Bovespa perto dos 78 mil pontos

Volume financeiro ficou em R$7,9 bilhões

Bolsa para cima

A bolsa de valores de São Paulo fechou o primeiro pregão de 2018 no azul, com os investidores olhando para os demais mercados e com as notícias corporativas, como os ruídos sobre a compra de parte da Embraer pela Boeing.

Os preços do petróleo corrigiram e as demais commodities, com o minério de ferro e a celulose, reagiram para cima. Os <a href=”https://www.ultimoinstante.com.br/ultimas-noticias/noticias-destaque/indicadores-veja-um-resumo-das-agendas-economicas-desta-terca-feira-19/216060/”>indicadores</a> da produção industrial da China mostraram fortalecimento da gigante asiática.

Ao final da jornada, o Ibovespa ficou em alta de 1,95% aos 77.891 pontos. O volume financeiro ficou em R$7,9 bilhões. O IEE ficou em alta de 0,28%.

As ações com ganhos
Gerdau Met. PN alta de 4,49%; Gerdau PN, alta de 4,77%; Usiminas PNA, alta de 4,95%; WEG ON, alta de 3,77%; e Vale ON, alta de 3,68%.

As ações com perdas
Lojas Amer. ON, queda de 2,64%; BR Malls Par. ON, queda de 2,59%; Eletrobras PNB, queda de 3,79%; e Natura ON, queda de 2,30%.

De acordo com agências internacionais, a Boeing está em negociações para a aquisição da Embraer, o maior fabricante de jatos regionais, um movimento que aumentaria sua vantagem competitiva no rival Airbus, que recentemente anunciou um acordo similar para comprar uma participação maioritária em um programa de aviação gerido pelo Bombardier do Canadá, ainda de acordo com o The Wall Street Journal.

Ainda sobre o negócio, a brasileira segue afirmando que não vai se pronunciar, conforme nota assinada pela Assessoria de Comunicação.

Enquanto isso, as ações da Boeing na bolsa de Nova York operam em alta de 0,28% nesta terça-feira. As da Embraer, na bolsa de São Paulo, fecharam em alta de 2,63%.

Hoje, o preço do minério de ferro subiu e ficou acima dos US$70,00 a tonelada, o que acabou puxando para cima as ações da Vale.

A Petrobras ON ficou em alta de 2,48% e a PN, alta de 2,80%, com o resultado de mais uma produção recorde de petróleo na área do pré-sal. Além disso, os preços do Brent e WTI passaram por correções nos mercados internacionais.

Carteira Teórica

A Carteira Teórica do Índice Bovespa para o período de 02 de janeiro a 04 de maio de 2018. Os cinco ativos que apresentam o maior peso na composição do índice são: Itauunibanco PN (10,510%), Vale ON (9,993%), Bradesco PN (7,830%), Ambev S/A ON (6,875%) e Petrobras PN (5,240%).

Commodities

O petróleo referência, Brent, ficou em queda na bolsa de Futuros de Londres em 0,12% a US$67,01 o barril.

O petróleo WTI segue em queda de 0,08%, cotado a US$ 60,37 o barril na bolsa Mercantil de Futuros, Nova York.

O minério de ferro negociado no porto de Gingdao, China, ficou estável a US$72,62 a tonelada seca e com 62% de pureza.

A celulose fibra longa negociada fechou US$999,63, alta de 0,02%, a tonelada na sessão anterior. A celulose fibra curta fechou em US$979,31 e alta de 0,22%, a tonelada.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia