IEE recua 1,14% na semana e Bovespa fica no azul em 3,13%

Volume financeiro da Bovespa foi de R$6,9 bilhões

Mercados no vermelho

A Bolsa de Valores de São Paulo fechou a semana com valorização de 3,13%. Nesta sexta-feira, o Ibovespa recuou 1,18% aos 47.153 pontos. Na semana, o IEE recuou 1,14% e nesta sessão ficou em -1,43% aos 26.156 pontos. O giro financeiro foi de R$6,9 bilhões.

“A semana foi complicada nos mercados globais com o efeito China, mantendo o alerta com as quedas em Wall Street. Embora a Grécia tenha dado um descanso, os mercados da Europa seguiram o demais. Por aqui, a Bovespa, que é a mais contaminada pelo cenário internacional, conseguiu uma recuperação com a Petrobras e Vale, embaladas pelos preços do petróleo e das commodities na China, principalmente depois dos rumores de injeção de recursos pelo governo de Pequim”, considerou o diretor da Máxima Corretora, José Costa Gonçalves.

Para a semana, os viés segue, pelo menos nos primeiros dias, sob os efeitos da política e das decisões econômicas brasileiras. “O temor da volta da CPMF poderá movimentar o meio político e, consequentemente, o mercado financeiro. As manifestações de empresários contra a medida já começaram e deverão ganhas força”, finalizou o Costa.

Os preços do petróleo nos mercados internacionais recuperaram as altas e seguraram as ações de energia.

Por aqui, todas as elétricas devolveram as altas da sessão desta quinta-feira (27). No IEE ficou no positivo apenas as ações da Eletropaulo PN (1,60% a R$12,04).

Entre as quedas no IEE estavam as ações da Alupar UNT (-1,03% a R$14,45); CPFL Energia ON (-2,90% a R$16,10); Eletrobras PNB (-1,03% a R$7,69); e AES Tietê PN (-0,51% a R$15,75).
o IEE ficou em queda de 1,43% aos 26.156 pontos.

Carteira teórica

Na carteira teórica do Índice Bovespa que passa a vigorar a partir de 05 de maio de 2015 a 4 de setembro de 2015 estão: Itauunibanco PN (11,144%), Bradesco PN (8,440%), Ambev S/A ON (7,378%), Petrobras PN (5,687%) e Petrobras ON (4,166).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia