IEE recua com Ibovespa despencando 2,3% com Fed

O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou em alta de 0,26%, aos US$ 46,06

Mercados no vermelho

Um dia depois do banco central dos Estados Unidos, Federal Reserve, sinalizar que poderá mexer na política monetária do País em dezembro, os mercados acionários globais despencaram e a Bolsa de Valores de São Paulo pegou carona.

Ao final, o Ibovespa ficou em queda de 2, 38% aos 45.628 pontos. O IEE recuou 1,19% aos 26.094 pontos e o giro financeiro foi de R$5,3 bilhões.

“Até essa quarta-feira, o mercado seguia com foco no Fed e hoje, como era esperado, o mau humor com a possibilidade da alta nas taxas em dezembro. O PIB dos Estados Unidos ficou neutro, a ata do Copom sem novidade. Alguns balanços corporativos ficaram estáveis e dentro do esperado para uma economia fragmentada”, avaliou o economista da Leme Investimentos, João Pedro Brugger.

O barril do Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou em alta de 0,26%, aos US$ 46,06, um dia após seu preço ter disparado 6,34%.

Ao final da sessão na Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em dezembro, os de mais próximo vencimento, subiram US$ 0,12 em relação ao fechamento de terça.

Hoje, nos Estados Unidos foi divulgado o estoque de gás natural.

Entre as ações com ganhos no IEE estavam as da CPFL Energia ON (0,66% a R$15,25).

Na contramão estavam os papéis da Cemig PN (-2,36% a R$7,02); Eletrobras PNB (-3,35% a R$9,22); Alupar UNT (-3,90% a R$15,27); Energias BR ON (-4,41% a R$11,28); e Equatorial ON (-0,17% a R$34,67).

Carteira Teórica

Na carteira teórica do Índice Bovespa que vigora de 08 de setembro a 30 de dezembro de 2015 estão: Itauunibanco PN (10,097%), Ambev S/A ON (7,513%), Bradesco PN (7,111%), Petrobras PN (4,494%) e BRF SA (4,433%). Passaram a integrar também Equatorial ON (EQTL3) e Raiadrogasil ON (RADL3).

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia