Obras de energia para Olimpíadas serão acompanhadas pelo MME

Matriz de Responsabilidade definida pela Autoridade Pública Olímpica (APO) traz cinco projetos de energia elétrica

Mais reforço para o setor

O Ministério de Minas e Energia (MME) criou um grupo de trabalho para acompanhar de perto os serviços e obras de energia elétrica necessárias para os Jogos Olímpicos e Paraolímpicos 2016.

A Matriz de Responsabilidade definida pela Autoridade Pública Olímpica (APO) traz cinco projetos de energia elétrica ligadas à Olimpíada sob responsabilidade do Governo Federal. Entre eles está a Subestação Olímpica, realizada pela empresa Light com recursos do Governo Federal. A obra está concluída e tem o dobro da capacidade necessária para atender o Centro Olímpico. Após os jogos, reforçará o abastecimento e energia na região.

Por meio da Sociedade de Propósito Específico (SPE) Energia Olímpica, o Governo Federal investiu R$ 152 milhões para construção da subestação, além de dois ramais subterrâneos de 138kV derivados das subestações Gardênia e Barra II, e  da ampliação destas duas para disponibilizar as saídas de linha de 138kV.

Ainda estão previstas, e em fase de definição de recursos e prazos, a construção da primeira linha de alimentação do Campo de Golfe e a disponibilização de gerador temporário como segunda alimentação para os locais de competição. Outras obras de energia elétrica para as Olimpíadas, que vão aumentar a segurança energética para os cariocas após o evento, terão investimentos das empresas Light e Furnas, com acompanhamento das obras pelo Ministério de Minas e Energia.

Participam do Grupo de Trabalho (GT) representantes do Ministério, da Eletrobras, e do Centro de Pesquisas de Energia Elétrica (Cepel). A Portaria define que a finalidade do GT é estruturar e organizar as ações a serem realizadas pelo MME, com apoio dos participantes do grupo, para acompanhar as obras e serviços referentes à infraestrutura de energia elétrica necessária aos eventos dos Jogos Olímpicos e Paraolímpicos de 2016.

O grupo será coordenado pelo Secretário-Adjunto da Secretaria de Energia Elétrica do MME, Robésio Maciel de Sena. Compõem o grupo, Manoel Clementino De Barros Neto, do MME; Walter Fernandes Santos e Edson Souza Santos, da Eletrobras Eletronorte; e Raul Balbi Sollero, Roberto Perret De Magalhães, Luiz Carlos Grillo De Brito, e Aroldo José Viana Borba, do Cepel.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia