Leilão e as hídricas

ONS mostra queda de 2,8% nos valores da carga de energia em fevereiro

Comportamento da carga e da carga ajustada, em todos os subsistemas do SIN, ratifica a influência do período de carnaval e da ocorrência de temperaturas

Os valores de carga de energia do Sistema Integrado Nacional (SIN) verificados em fevereiro deste ano apresentam decréscimo de 2,8%, em relação aos valores verificados no mesmo mês do ano anterior, comportamento este influenciado pelo período de carnaval em fevereiro, que no ano passado ocorreu em março, e pela ocorrência de temperaturas inferiores às do mesmo mês do ano passado. Com relação ao mês de janeiro de 2015, verifica-se uma variação negativa de 2,5%.

No acumulado dos últimos 12 meses, o SIN apresentou uma variação positiva de 2,1% em relação ao mesmo período anterior.

A carga do SIN está influenciada pelo desempenho da carga industrial do Subsistema Sudeste/Centro-Oeste, cuja participação na carga industrial do SIN é de cerca de 60%.

A variação da carga no mês de fevereiro reflete, também, a menor persistência de temperaturas elevadas ao longo do mês em comparação ao mesmo período do ano anterior e, ainda, o efeito do período que compreende o feriado de carnaval, que no ano passado aconteceu no mês de março e este ano ocorreu em fevereiro.

O comportamento da carga e da carga ajustada, em todos os subsistemas do SIN, ratifica a influência do período de carnaval e da ocorrência de temperaturas, no mês de fevereiro, inferiores às do mesmo mês do ano passado.

O Nível de Utilização da Capacidade Instalada (NUCI) diminuiu 0,4 ponto percentual (p.p.) entre janeiro de 2015 e fevereiro de 2015, ao passar de 82% para 81,6%

Segundo a publicação Sondagem da Indústria de Transformação da FGV de fevereiro de 2015, o indicador do Índice de Confiança da Indústria (ICI) recuou 3,4% entre janeiro de 2015 e fevereiro de 2015, ao passar de 85,9 para 83 pontos.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia