OPEP muda estratégia e petróleo recupera preços

Petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, fechou o pregão no International Exchange Futures (ICE) US$ 2,04

Refinarias dos EUA

A Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) aumentou ligeiramente suas previsões em relação à demanda mundial para o restante de ano.

O cartel petroleiro assegurou que confia que o excesso de oferta que levou a um desabamento dos preços desde o final do ano passado diminua nos próximos meses graças a uma recuperação econômica global.

Nos primeiros meses deste ano, a decisão da OPEP em manter inalterada as previsões acabou mexendo diretamente com os mercados acionários globais. Os preços se mantiveram por um longo período abaixo dos US$ 60,00 o barril.

Nesta terça-feira, o barril de petróleo Brent para entrega em junho fechou nesta terça-feira em alta de 3,14% no mercado de futuros de Londres, cotado a US$ 66,84.

O petróleo do Mar do Norte, de referência na Europa, fechou o pregão no International Exchange Futures (ICE) US$ 2,04 acima da cotação de ontem.

O Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) fechou nesta terça-feira em alta de 2,53%, aos US$ 60,75, depois que a Opep aumentou suas previsões em relação à demanda mundial para o restante de ano.

Ao fim da sessão da Bolsa Mercantil de Nova York (Nymex), os contratos futuros do WTI para entrega em junho subiram US$ 1,50 em relação ao fechamento de ontem.

O barril de referência nos Estados Unidos voltou a fechar acima dos US$ 60, em uma ascensão atribuída pelos analistas ao aumento das previsões da Opep.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia