PETROBRAS: Atingimos meta de produção pelo segundo ano consecutivo

São novos recordes históricos

Divulgação

A nossa produção média de petróleo no Brasil atingiu, em 2016, recorde histórico anual, alcançando a marca de 2.144.256 barris por dia (bpd), 0,75% acima do resultado do ano anterior e em linha com a meta de 2,145 milhões bpd prevista para o período. Pelo segundo ano consecutivo, cumprimos o planejamento previsto, reforçando o compromisso com a previsibilidade de nossas projeções.

A média anual da produção operada na camada pré-sal, em 2016, também foi a maior da nossa história, atingindo a marca de 1,02 milhão barris de óleo por dia e superando a produção de 2015 em 33%.

Se considerada a produção própria de gás natural, que atingiu, em 2016, inéditos 77 milhões m³ diários, a produção total no país chega a 2,63 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) – 1% a mais que o alcançado em 2015, e também um novo recorde para a Petrobras.

Os principais destaques para a expansão da produção, em 2016, foram o expressivo crescimento da produção no campo de Lula (áreas de Iracema Norte e Iracema Sul, com os FPSOs Cidade de Itaguaí e Cidade de Mangaratiba) e no campo de Sapinhoá (FPSO Cidade de Ilhabela), localizados no pré-sal da Bacia de Santos, além da área do Parque das Baleias (P-58), na porção capixaba da Bacia de Campos. Adicionalmente, houve o início da operação de três sistemas de produção, sendo dois no campo de Lula (FPSO Cidade de Maricá e FPSO Cidade de Saquarema) e um em Lapa (FPSO Cidade de Caraguatatuba), localizados no pré-sal na Bacia de Santos.

O nosso índice de aproveitamento de gás do Brasil também alcançou seu recorde anual em 2016, chegando ao patamar de 96%, resultado dos esforços empreendidos através de programas de melhoria da eficiência operacional e otimização do aproveitamento de gás.

 

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia