Petrobras tem aporte de R$ 9,5 bilhões de bancos nacionais

Com o banco Standard Chartered a operação de Venda com Arrendamento e Opção de Re-compra de plataformas de produção tem valor é de até US$ 3 bilhões

Decisões do CNPE

A Petrobras comunicou nesta sexta-feira que aprovou os novos contratos de financiamentos com Banco do Brasil, Caixa, Bradesco e de cooperação com banco Standard Chartered.

Com o BB, o valor do financiamento é de R$ 4,5 Bilhões, na modalidade de nota de crédito à exportação, através da subsidiária BR Distribuidora, pelo prazo de 06 anos.

Com a Caixa Econômica Federal, limite de financiamento pré-aprovado (standby), ficou no valor de R$ 2 bilhões e prazo de até 05 anos.

No Bradesco, com limite de financiamento pré-aprovado (standby), o montante é de R$ 3 bilhões e prazo de até 05 anos.

Já o Acordo de Cooperação (Cooperation Agreement) com o banco Standard Chartered, para uma operação de Venda com Arrendamento e Opção de Re-compra (sale and leaseback) de plataformas de produção, no valor de até US$ 3 bilhões e prazo de 10 anos.

De acordo com o comunicado da Petrobras, em comunicado à Comissão de Valores Mobiliários (CVM), essas operações, somadas a outras já executadas neste ano, atendem às necessidades de financiamento para 2015.

Segundo petroleira, novas avaliações de oportunidades estão sendo consideradas visando antecipar parte das necessidades de 2016.

Conforme anunciado no dia 02 de março desse ano, a estatal aprovou o plano de desinvestimento de US$ 13,7 bilhões para o biênio 2015 e 2016. Dentre os ativos de Exploração & Produção do plano de desinvestimento não estão incluídos ativos em produção no Pré-Sal.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia