PLD deve permanecer abaixo do teto até o final do ano

Vale destacar o comportamento da carga e o consumo de energia ao longo dos últimos meses

Volume de reservatórios

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica – CCEE apresentou nesta segunda-feira (29), a previsão de permanência de afluências favoráveis para o Sistema Interligado Nacional – SIN também em julho, previstas para 89% da média histórica do mês. Na apresentação, também foi apontada a projeção do Preço da Liquidação das Diferenças – PLD abaixo do teto até o final do ano.

O gerente de Preço da CCEE, Rodrigo Sacchi, comentou que a melhora relativa das ENAs possibilitou uma queda do Custo Marginal de Operação – CMO e, consequentemente, do Preço de Liquidação das Diferenças – PLD, no começo de junho, saindo do preço máximo estabelecido pela Aneel para o ano de 2015 em todos os submercados.

As afluências em todo o sistema em junho devem ficar próximas à média histórica. No submercado Sudeste, a perspectiva para junho é que fique em 89%, enquanto as afluências previstas para o Sul são de 142% da Média de Longo Termo – MLT. As ENAs do Nordeste e Norte devem ficar em 54% e 97% da média histórica, respectivamente.

Em junho, também houve a manutenção nos níveis dos reservatórios das hidrelétricas, com destaque para o Sudeste que atingiu 36,2% da capacidade ao final do mês frente aos 35,8% previstos anteriormente. No Nordeste, o índice teve uma ligeira queda (-1,5%) ficando em 25,5% e no Norte houve redução de 1,9 p.p com o índice dos reservatórios em 80,6%. O Sul, por sua vez, teve o maior aumento na previsão, atingindo 63,4%, ou 25,3 p.p a mais quando comparado ao mês anterior.

Ainda em relação ao PLD, vale destacar o comportamento da carga e o consumo de energia ao longo dos últimos meses. Tem sido observado uma redução no consumo tanto no ambiente de contratação livre (ACL) quanto no ambiente de contratação regulado (ACR), quando comparamos com o ano passado. “Após o registro dessa redução, foi revista pra baixo a carga do SIN e isso também possibilitou a redução do preço.”, afirma Sacchi

Na apresentação do InfoPLD, a projeção dos 14 meses à frente mostra que o descolamento do PLD frente ao valor máximo, estabelecido para 2015, deve permanecer até o final do ano.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia