PLD médio da terceira semana de abril vai a R$ 213/MWh no Norte

Preço segue no teto regulatório nas demais regiões

CCEE e os preços

A Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) informou  que o Preço de Liquidação das Diferenças (PLD) para o período de 11 a 17 de abril permanece no teto (R$ 388,48/MWh) estabelecido pela Agência Nacional de Energia Elétrica – ANEEL para os submercados Sudeste, Sul e Nordeste. Já o PLD do Norte chegou a R$ 207,16/MWh e R$ 171,19/MWh nos patamares de carga médio e leve, respectivamente, e atingiu o preço máximo no patamar pesado, com aumento de 296% em relação à semana anterior.

As afluências previstas para o Sistema Interligado Nacional – SIN na terceira semana de abril estão 2.200 MWmédios inferiores à expectativa registrada anteriormente – foram revistas de 86% para 83% da média histórica. A redução registrada no Sudeste foi a mais significativa no período – de 88% para 85% da média, o que representa 1.100 MWmédios a menos em energia. No Norte a revisão dos 91% previstos na semana passada para os 84% atuais representa redução de 1.000 MWmédios. Também houve redução (59% para 58% da média) nas afluências previstas para o Nordeste, em 200 MWmédios. O Sul foi o único submercado com previsões mais otimistas de afluências, com 117% da média contra os 115% da semana anterior – uma elevação de 200 MWmédios.

A redução prevista para as afluências do Norte não mudou o cenário de envio da energia excedente para o Sudeste/Centro-Oeste e o Nordeste até os limites máximos das capacidades de intercâmbio de energia entre essas regiões, ocasionando diferença entre os custos desses submercados.

Em decorrência deste excedente de energia no Norte, existe a expectativa de ocorrência de vertimento e consequente afogamento do canal de fuga da UHE Tucuruí, o que ocasiona perda de produtividade nesta usina. Esta redução na capacidade de geração provocou aumento de R$ 15/MWh no preço médio do Norte. Outro fator que elevou o preço do Norte em R$ 110/MWh foi a expectativa de aumento em torno de 400 MWmédios na carga da região.

Já no Sudeste e Sul, a expectativa é que a carga caia aproximadamente 1.500 MWmédios. Não houve variação na carga prevista para o Nordeste.

O aumento do consumo aliado à queda das afluências para o Norte provocou redução em torno de 100 MWMédios nos níveis dos reservatórios frente ao armazenamento anteriormente previsto. No Sul, o nível ficou 200 MWmédios abaixo do esperado. Já no Sudeste e Nordeste, os níveis ficaram acima das previsões iniciais, 200 MWmédios a mais de energia em cada submercados.

A análise detalhada do comportamento do PLD pode ser encontrada no boletim InfoPLD, divulgado semanalmente no site da CCEE.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia