Produção do pré-sal em março aumenta 70%, diz Petrobras

Alta se dá em relação ao mesmo período de 2014

Discussão sobre modelo

Em março de 2015, a produção operada na camada pré-sal das bacias de Santos e Campos – que inclui a parcela operada para as empresas parceiras – bateu novo recorde, com uma média mensal de 672 mil barris de petróleo por dia (bpd), 0,5% acima do recorde anterior, de 669 mil bpd, em janeiro de 2015. Esse volume representa um crescimento de 70% em relação à produção de março de 2014, que foi de 395 mil bpd.

Tecnologia inovadora no pré-sal – colocada em operação no último dia 26/03 o primeiro riser (duto ascendente) instalado no pré-sal da Bacia de Santos com o conceito Steel Lazy Wave Riser (SLWR). Trata-se de um duto de aço equipado com um conjunto de flutuadores que determinam a formação de uma configuração em corcova num determinado trecho do equipamento, visando amortecer impactos dos movimentos da plataforma de produção.

Esta é uma das tecnologias que compõem o conjunto de inovações aplicadas no pré-sal e reconhecidas pelo Prêmio OTC (Offshore Technology Conference) 2015, conferido à empresa de petróleo e gás que mais contribuiu para o desenvolvimento tecnológico da indústria offshore mundial.

O SLWR foi instalado no poço 7-SPH-007, em lâmina profundidade d’água de 2.140 metros, profundidade recorde para este tipo de aplicação. O equipamento interliga o poço 7-SPH-007 ao navio-plataforma Cidade de Ilhabela, na porção Norte do campo de Sapinhoá, no pré-sal da Bacia de Santos. Esse poço tem registrado a maior produção por poço na camada pré-sal, com uma vazão em torno de 40 mil barris por dia.

Produção no exterior

No exterior foram produzidos, no mês de março, 189,9 mil barris de óleo equivalente por dia (boed), 0,6 % acima dos 188,7 mil boed produzidos no mês anterior.

A produção média de óleo em março, de 101,9 mil barris de óleo por dia (bpd), ficou 1,6% acima dos 100,4 mil bpd produzidos no mês anterior devido, principalmente, à entrada em produção dos novos poços produtores nos campos de Saint Malo e Lucius, nos Estados Unidos.

A produção média de gás natural no exterior, excluído o volume liquefeito, foi de 15 milhões m³/d, mantendo-se estável em comparação ao volume produzido no mês de fevereiro, que foi de 15 milhões e 16 mil m³/d.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia