QGEP expulsa Dommo Energia do Bloco BS-4

QGEP não tem conhecimento de qualquer contrato de farm-out assinado pela Dommo

Ag. Petrobras

A QGEP Participações informou, nesta segunda-feira, que a Barra Energia do Brasil Petróleo e Gás exerceu os direitos de expulsão da Dommo Energia no Bloco BS-4, nos exatos termos do disposto no contrato de operações conjuntas do consórcio (JOA). A QGEP foi notificada na data de 20 de outubro de 2017 de que a Dommo pretende contestar tal exercício.

Com relação às alegações divulgadas pela Dommo envolvendo a condução da operação do Bloco BS-4, a Companhia reitera, como já divulgado anteriormente, que em conjunto com a Barra Energia conduziu bem-sucedidas negociações de um aditivo contratual com a Teekay Offshore Partners, companhia responsável pela adaptação do FPSO, contemplando nova data para a chegada da embarcação, com aprovação expressa da Dommo aos novos termos e condições. Dentre tais condições obteve-se significativa redução das taxas de afretamento.

A QGEP contrapôs anteriormente alegações da Dommo relativas à condução da operação do Bloco BS-4, no âmbito dos procedimentos administrativos em andamento perante a ANP. Estes procedimentos têm por objeto a rescisão do contrato de concessão em relação a Dommo, por falta de capacidade financeira, com a consequente abertura de prazo para a cessão compulsória da participação integral da Dommo para terceiro interessado, sob pena de perda da concessão para os concessionários adimplentes, QGEP e Barra Energia.

Por fim, a QGEP não tem conhecimento de qualquer contrato de farm-out assinado pela Dommo, nem tampouco de qualquer equacionamento da Dommo com o Consórcio para quitação da dívida atual, no montante de cerca de R$71 milhões.

O Bloco BS-4 engloba o Campo de Atlanta, localizado no pós-sal da Bacia de Santos, com primeiro óleo previsto no primeiro trimestre de 2018. A Queiroz Galvão Exploração e Produção S.A., subsidiária integral da QGEP, é operadora do Bloco com 30% de participação. A Companhia continua trabalhando diligentemente para cumprir com seus compromissos assumidos com os órgãos reguladores e demais stakeholders.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia