Usina fotovoltaica vai abastecer Palácio dos Bandeirantes

Com isso, o Palácio terá uma economia de 730 MWh/ano, o que equivale a 243 casas de famílias de três pessoas

Arquivo:SE

A sede do governo do Estado de São Paulo, Palácio dos Bandeirantes, acaba de ganhar a usina de geração de energia elétrica fotovoltaica. Com investimento de R$1.285 milhão, através da parceria entre a AES Eletropaulo e o governo paulista, a usina é formada por 262 painéis fotovoltaicos, com capacidade de 310W cada, abrangendo uma área de 500 metros quadrados.

Também foram modernizados os sistemas de iluminação do local, com a substituição de luminárias, reatores e lâmpadas. No total, são 1.884 pontos que contam com lâmpadas fluorescentes, mais econômicas do que as incandescentes. Para se ter uma ideia, estas últimas convertem entre 5% e 10% da energia que utilizam em luz, enquanto as fluorescentes chegam a 50% e 85%.

Com isso, o Palácio terá uma economia de 730 MWh/ano, o que equivale a 243 casas de famílias de três pessoas, com consumo de 250 KWh/mês.

Esse trabalho faz parte do Programa de Eficiência Energética da AES Eletropaulo, composto por ações de substituição de equipamentos e de conscientização para o uso adequado e sustentável da energia elétrica. O Programa atende à resolução 556/2013 da ANEEL, o qual determina que as empresas de energia elétrica destinem 0,5% de sua receita líquida à eficiência energética. Essas ações englobam desde clientes Baixa Renda até Corporativos e Públicos.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia