Abiogás: Apolo Energia é a nova associada

O IV Fórum do Biogás, que aconteceu em outubro em São Paulo, é o maior evento da América Latina destinado ao setor

Divulgação

A Apolo Energia é a mais nova integrante do time empresas da Associação Brasileira de Biogás e Biometano (ABiogás) que passam a se dedicar ao desenvolvimento, produção, comercialização e consumo do biogás. A empresa acompanhava o trabalho feito pela associação, mas a decisão de se associar veio após o IV Fórum do Biogás em que os executivos da companhia puderam ver de perto os avanços do setor de biogás e as conquistas da ABiogás em seus quatro anos de existência.

A Apolo Energia atua fortemente na estruturação de projetos de energia renovável e no setor de geração distribuída nas áreas de biogás e energia solar, segmento que deve crescer muito nos próximos anos. Segundo a Empresa de Pesquisas Energéticas (EPE), o biogás poderá ter cerca de 300 megawatts (MW) somente em geração distribuída, se destacando como uma das grandes fontes ao lado da fotovoltaica.

O sócio-diretor da empresa, Pedro Camanho, conta que acompanha a atuação da ABiogás frente aos órgãos do setor e como isso culminou na evolução do segmento nos últimos anos. “Nesse período aprendemos mais sobre a estrutura atual e os planos para o desenvolvimento da matriz, então tomamos a decisão de se associar a ABiogás no IV Fórum do Biogás em que ficou ainda mais claro o trabalho da Associação”, diz.

O IV Fórum do Biogás, que aconteceu em outubro em São Paulo, é o maior evento da América Latina destinado ao setor, um momento de atualização e aprendizagem, troca de cases importantes que viabilizam o setor energético voltados para o biogás e o biometano, um encontro onde empresas privadas e governo podem discutir o futuro do setor no Brasil.

O presidente da ABiogás, Alessandro Gardermann, lembra que um dos trabalhos da Associação é fornecer dados e informações para os agentes do setor sobre as externalidades positivas que o biogás e o biometano têm frente principalmente aos combustíveis fósseis, além da busca por novos associados.

“A cada edição do Fórum do Biogás, trazemos mais clareza às empresas sobre a importância do biogás, consequentemente as companhias se unem a nós na luta para o desenvolvimento, produção, comercialização e consumo do energético. A iniciativa da Apolo em se vincular à Associação vai trazer ainda mais apoio e estímulo ao setor junto ao governo. Em nome da ABiogás, damos as boas-vindas à Apolo Energia”, ressaltou Gardermann.

Com a chegada da Apolo, a Abiogás conta com 32 empresas.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia