AES Eletropaulo segue orientando população sobre riscos da rede elétrica

Somente no ano passado, 1.040 visitas foram realizadas em bairros da capital paulista

Mais reforço para o setor

Como parte da Campanha de Segurança da AES Eletropaulo, no dia 12 de Junho, a concessionária levará para Carapicuíba, na zona oeste, a blitz que fornece dicas sobre os cuidados da população com a rede elétrica.  Haverá uma van personalizada, na qual será possível simular situações de contato indevido com a rede, como o resgate de pipas e a aproximação de vergalhões. Ao final, a população participará de um quiz para reforçar as lições de segurança, além de receber folder informativo e brindes.

Ao longo deste ano, a AES Eletropaulo realizará blitze, semanalmente, sempre às sextas-feiras. Serão visitados, aproximadamente, vinte locais por dia. Em 2015, a empresa pretende beneficiar mais de cinco mil pessoas com a ação.

Somente no ano passado, 1.040 visitas foram realizadas em bairros da capital paulista, como Campo Limpo, Cidade Ademar, Itaim Paulista, Tremembé, Heliópolis, Itaquera, e nas cidades de Osasco, Mauá e Embu das Artes. “O trabalho de educação e conscientização é a melhor maneira de evitar acidentes. Orientamos, por meio de campanhas, que crianças e adolescentes brinquem com segurança, empinando pipas em parques e praças públicas, longe da rede elétrica. Além disso, muitos acidentes acontecem em pequenas construções, onde os operários trabalham na informalidade e não recebem orientações adequadas sobre segurança”, afirma Otávio Grilo, Diretor de Operações da AES Eletropaulo.

Desde o início da Campanha de Segurança, em 2011, os acidentes na área de concessão da AES Eletropaulo reduziram 17% e os acidentes fatais diminuíram 37,5%. Segundo levantamento da Abradee, Associação Brasileira das Distribuidoras de Energia Elétrica, o principal motivo de acidentes envolvendo contato com fios da rede elétrica está na “construção e manutenção predial”, seguida pela “ligação elétrica clandestina” e “pipas”. “Nestes casos, a informação para a população sobre os riscos envolvidos e como evitá-los é fator decisivo na prevenção. Por isso, a blitz é essencial para a conscientização”, concluiu Grilo.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia