Ampèria se associa a ABiogás

União reforça ainda mais o setor de biogás no País

Divukgação

A Ampèria é a mais nova integrante do time de grandes empresas associadas a ABiogás (Associação Brasileira de Biogás e Biometano). A companhia atua há mais de dez anos na criação de projetos de fornecimento de energia, oferecendo soluções de gestão e eficiência energética.

Na área de biogás, a empresa atua na geração a partir de aterros sanitários. Além disso, estão desenvolvendo um projeto de reflorestamento com o objetivo de produzir biocombustível a partir da macaúba.

Referência no mercado de energias renováveis, a Ampèria enxerga na ABiogás um meio de unir forças para viabilizar políticas públicas consistentes para inserção do biogás e do biometano na matriz energética brasileira.

Com a entrada da empresa, a ABiogás soma mais uma companhia do setor ao rol de importantes agentes do Brasil e do mundo que se dedicam ao desenvolvimento, produção, comercialização e consumo do biogás e do biometano.

“A busca por projetos ambientalmente sustentáveis tem sido uma prioridade da Ampèria em seu planejamento estratégico. Como conceito, princípios e valores. A importância da energia gerada através do biogás cada vez mais cresce de importância no Brasil e no mundo pelas suas vantagens comparativas em relação a outras formas de produção, mesmo as também renováveis, como, por exemplo, o baixo custo, além do gerenciamento e o aproveitamento de dejetos, uma preocupação mundial pelo desenvolvimento sustentável. Nossa associação à ABiogás muito nos orgulha por fazermos parte de um projeto vitorioso e respeitado em defesa e organização de setor de produção de energia tão fundamental para o futuro do país”, diz o diretor da empresa, Paulo Tabah.

Segundo o presidente da ABiogás, Alessandro Gardermann, a iniciativa da companhia em se unir à Associação vai trazer ainda mais força e respaldo ao setor junto ao governo para criação de políticas públicas que viabilizem de vez a inserção da fonte na matriz energética, como a criação de leilões de energia, simplificação tributária e desonerações na cadeia produtiva de equipamentos para a cadeia de produção de biogás e biometano.

“Em nome da ABiogás, damos as boas-vindas à Ampèria. Estamos muito felizes em ver como o setor privado e grandes companhias enxergam a viabilidade social, econômica e ambiental do biogás”.

Gardermann acrescenta ainda que a entrada da empresa mostra como o biogás no Brasil possui uma completa cadeia produtiva em todos os setores de geração do insumo e se consolida como uma commodity ambiental.

“Com a entrada da Ampèria, aumentamos nosso portfólio e ganhamos mais relevância nacional. Uma indústria do biogás começa a se erguer, trazendo segurança ao investidor no segmento”, avalia o executivo.

0 acharam esta informação útil

0 não acharam esta informação útil

Assuntos desta notícia